Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Manaus recebe visita do comitê organizador da Olimpíada e quer jogos

Inicialmente, cinco cidades receberão partidas de futebol: Rio, Salvador, Belo Horizonte, Brasília e São Paulo

Estadão Conteúdo

23 de janeiro de 2015 | 16h13

Diretor de operações do Comitê Organizador dos Jogos do Rio/2016, Marco Aurélio Vieira se reuniu nesta sexta-feira com o governador do Amazonas, José Melo (Pros), e com o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), para conversar a respeito da possibilidade de a Arena da Amazônia receber partidas da próxima Olimpíada.

Marco Aurélio Vieira entregou aos políticos manauaras o caderno de encargos para as sedes de futebol dos Jogos Olímpicos e disse, depois, em entrevista coletiva, que Manaus é uma das candidatas. A declaração vai ao encontro da afirmação do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, que duvidou da hipótese por Manaus ser muito longe do Rio.

"Logicamente que a Fifa tem o poder de veto. Ela pode vetar, caso ela considere que a cidade de Manaus não tem condições de sediar o torneio. Mas a Fifa também disse que todos os estádios que realizaram a Copa do Mundo têm condições de realizar o torneio de futebol dos Jogos Olímpicos", afirmou Marco Aurélio Vieira, que foi comandante da 12.ª Região Militar da Amazônia e tem o título de cidadão amazonense.

Inicialmente, cinco cidades receberão partidas de futebol na Olimpíada: Rio (Maracanã), Salvador (Fonte Nova), Belo Horizonte (Mineirão), Brasília (Mané Garrincha) e São Paulo (estádio não indicado). Uma sexta sede também deverá ter partidas. A Fifa defende que São Paulo ou Rio tenham dois estádios, enquanto Porto Alegre (com Arena do Grêmio e Beira-Rio) e Manaus (Arena da Amazônia) concorrem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.