Manchester City acata indiciamento de Adebayor

O Manchester City decidiu não contestar o indiciamento do atacante togolês Emmanuel Adebayor feito pela Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês) por ato violento e conduta imprópria durante a vitória da equipe por 4 a 2 sobre o Arsenal, no último sábado, pelo Campeonato Inglês.

AE-AP, Agencia Estado

16 de setembro de 2009 | 15h37

No confronto, Adebayor pisou no holandês Van Persie, seu ex-companheiro no Arsenal, deixando um corte na face do adversário. Além disso, o togolês correu em direção aos torcedores do time londrino para comemorar o seu gol no triunfo do Manchester City, revoltando o público.

Segundo nota oficial do Manchester City, o clube e Adebayor "relutantemente aceitaram o indiciamento da Associação de Futebol da Inglaterra". O atacante togolês também sustenta que não teve intenção de agir de maneira violenta e que pediu desculpas no dia para Robin van Persie pessoalmente e ao público pelo desfecho da partida.

O encontro do Painel Disciplinar da FA está marcado para quinta-feira. Se Adebayor for considerado culpado, pode pegar até três jogos de suspensão. Já o julgamento pela conduta durante a comemoração de seu gol durante o jogo não tem data marcada, e o clube tem até o dia 30 de setembro para se defender da acusação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.