Facundo Arrizabalaga/EFE
Facundo Arrizabalaga/EFE

Manchester City acorda no segundo tempo, vence e assume 3º lugar no Inglês

Equipe do técnico Guardiola chega a 64 pontos, mas pode ser ultrapassada pelo Liverpool, que joga no domingo

Estadão Conteudo

15 de abril de 2017 | 15h58

Depois de um primeiro tempo apagado, o Manchester City acordou na etapa final e derrotou o Southampton por 3 a 0 neste sábado, fora de casa, pela 33ª rodada do Campeonato Inglês. O resultado levou a equipe do técnico Guardiola à terceira colocação, com 64 pontos.

O Liverpool caiu para a quarta posição com 63, mas visitará o West Bromwich neste domingo. Se vencer, ultrapassa o City novamente e permanece na colocação que garante vaga direta à Liga dos Campeões. O Southampton está em nono, com 40.

O Manchester City agora volta as atenções para a Copa da Inglaterra. No domingo, dia 23, visitará o Arsenal, no estádio Wembley, pela semifinal da competição. O outro duelo do torneio será entre Chelsea e Tottenham, no sábado.

O JOGO

Na partida deste sábado, o City encontrou bastante dificuldade para furar a retranca do adversário. O primeiro tempo foi bastante equilibrado e com poucas chances de gol. A partida só foi ficar mais fácil para os visitantes a partir dos nove minutos da etapa final, quando Kompany aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou para as redes.

O Southampton sentiu o gol e precisou sair para o jogo. O City, que contou com a presença do brasileiro Fernandinho entre os titulares, se aproveitou e foi para cima. Kompany e Agüero perderam boas chances para ampliar.

Mas o segundo não demorou a sair. Aos 32, em um rápido contra-ataque, De Bruyne arrancou pela direita e cruzou rasteiro para Sané empurrar para as redes. O terceiro veio três minutos depois. Em nova jogada pela direita, De Bruyne cruzou no alto e Agüero garantiu o 3 a 0 de cabeça.

O Chelsea lidera o Campeonato Inglês com 75 pontos, quatro à frente do Tottenham, que neste sábado goleou o Bournemouth por 4 a 0. Neste domingo, a equipe do brasileiro William tem a chance de disparar na ponta, mas precisará superar o Manchester United, fora de casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.