Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Lee Smith/Reuters
Lee Smith/Reuters

Manchester City domina o Newcastle, vence fora de casa e amplia invencibilidade

Equipe de Guardiola e Gabriel Jesus chega a 2- partidas sem perder, sendo 19 vitórias e um empate

Estadao Conteudo

27 de dezembro de 2017 | 19h54

O Manchester City segue cada dia mais próximo do título do Campeonato Inglês. Nesta quarta-feira, mesmo jogando fora de casa, a equipe não deu qualquer chances para o Newcastle. Dominou do início ao fim, desperdiçou inúmeras oportunidades e ganhou o duelo válido pela 20.ª rodada - a primeira do returno - por 1 a 0.

+ Zagueiro mais caro da história, Van Dijk projeta 'algo especial' no Liverpool

O triunfo ampliou a impressionante invencibilidade da equipe na competição: são 19 vitórias e apenas um empate, ocorrido na segunda rodada contra o Everton, em casa. Desde então, foram 18 triunfos seguidos que o deixaram com 58 pontos, 15 na frente do vice e rival Manchester United. Já o Newcastle se manteve com 18 pontos, em 15.º lugar.

Mais uma vez, o atacante brasileiro Gabriel Jesus começou no banco de reservas nesta quarta-feira. O técnico espanhol Pep Guardiola manteve Agüero e Sterling no ataque, mas completou o sistema ofensivo com Bernardo Silva. Gündogan foi outro a ganhar uma chance no meio de campo. E, na lateral esquerda, Danilo foi improvisado e completou o trio de brasileiros titulares ao lado de Ederson e Fernandinho.

E foi nos pés do volante que o Manchester City quase chegou ao primeiro gol. Logo aos seis minutos, Fernandinho deu excelente lançamento e encontrou Agüero sozinho na segunda trave. O desvio do argentino foi com classe, mas a bola acertou a trave.

Gabriel Jesus, contudo, teria uma inesperada oportunidade. Aos 10 minutos, após sentir contusão, o zagueiro Kompany precisou ser substituído. Pep Guardiola, então, reorganizou o esquema tático e colocou o brasileiro.

A pressão, assim, seguiu durante todo o primeiro tempo. Mesmo jogando em casa, o Newcastle quase não passava do meio de campo. E, aos 30 minutos, finalmente, Sterling fez linda tabela com De Bruyne e também recebeu lançamento pelo alto. Seu desvio de primeira novamente bateu na trave, mas desta vez a bola correu para dentro e inaugurou o placar.

Três minutos depois, o Newcastle teria a sua grande chance na partida: após inversão para a esquerda, Walker escorregou e a bola sobrou para Aarons dar bom toque de cobertura. Mas, já em cima da linha, Otamendi saltou e evitou o gol.

A partir daí, o Manchester City voltou a mandar no duelo. Com Agüero, Sterling e De Bruyne inspirados, além de Gabriel Jesus um pouco mais discreto, a equipe desperdiçou boas chances até o fim. Até chegou a ampliar aos 20 minutos do segundo tempo com o atacante argentino, mas a arbitragem corretamente assinalou impedimento. O gol, contudo, não fez falta. E, com tranquilidade, a equipe de Pep Guardiola manteve a sua impressionante invencibilidade na competição.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.