Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Albert Gea/Reuters
Albert Gea/Reuters

Manchester City está disposto a oferecer contrato de 10 anos por Messi, diz jornal

Ideia do clube inglês é firmar uma parceria que envolva também o New York City, dos Estados Unidos

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de novembro de 2020 | 12h42

Para agregar um dos melhores jogadores do mundo em seu elenco, o Manchester City está disposto a apostar alto. Segundo o jornal The Times, o clube inglês pode oferecer um contrato de 10 anos para Lionel Messi. O vínculo não cobriria apenas uma passagem pelos Citizens, mas também com outro clube do grupo. No caso, o New York City FC, da MLS (futebol dos Estados Unidos). 

Diferente de agosto, mês em que a imprensa europeia cravou sua saída do Barcelona para o City, as informações agora são conflituosas. Ao mesmo tempo em que o The Times afirma o interesse dos ingleses, Sky Sports e The Independent dizem o contrário.

Segundo os veículos, a equipe inglesa fechou as portas para Messi. O The Independent ainda afirma que o alvo do City agora é Jack Grealish, do Aston Villa. As informações vão na mesma direção de uma recente alegação de Pep Guardiola. O treinador dos Citizens disse que torce para que Messi encerre sua carreira no Barcelona. 

"Leo Messi é um jogador do Barcelona. E se você me pergunta a minha opinião, como uma pessoa que tem imensa gratidão pelo que o Barcelona fez por mim como jogador de futebol e, depois, como técnico que me deu absolutamente tudo, o que eu quero é que ele termine a carreira lá", opinou o treinador. 

O contrato de Messi com a equipe catalã se encerra ao fim da temporada 2020/21. Quando chegar à validade, ele poderá ser transferido para outro clube sem custos. Apesar da negociação ter minguado, o Manchester City ainda é tido como um dos destinos preferidos do argentino. De acordo com a imprensa europeia, a predileção ocorre em decorrência da presença de Guardiola e pelo clube ter um bom plano de carreira para o jogador.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.