Manchester City obtém prioridade por Neymar até agosto

O Manchester City tem um plano para conseguir Neymar após a Copa do Mundo: a preferência para a contratação do jogador enquanto Robinho estiver no Santos. A garantia foi dada por dirigentes alvinegros na negociação para o empréstimo do atacante até 4 de agosto.

ALEX SABINO, Agencia Estado

08 de fevereiro de 2010 | 08h33

"Eu não vejo problema nisso porque, se vendermos o Neymar, será pela melhor proposta", disse o presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro. O Santos não tem a intenção de negociar o atleta após a Copa. Mas sabe que suas atuações chamam a atenção dos dirigentes europeus. A multa rescisória de Neymar é de 50 milhões de euros (R$ 127 milhões). Mas o clube de Vila Belmiro tem apenas 60% dos direitos.

Um dirigente do Santos disse no domingo que o clube vai resistir às investidas do empresário do atleta, Wagner Ribeiro. Mas que, no futebol, tudo depende do valor da negociação.

A prorrogação do empréstimo de Robinho também seria uma arma dos ingleses para ter Neymar. A casa em que ele morava em Altricham, cidade próxima a Manchester, ainda está alugada pelo jogador, mas o contrato termina em novembro. A intenção do atacante é, após a Copa do Mundo, resolver sua situação com o Manchester City o mais rápido possível. Seja para ficar no Santos ou voltar à Inglaterra.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantosNeymarRobinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.