Manchester desiste de recorrer de suspensão de Evra

O Manchester United decidiu não apelar contra a suspensão por quatro partidas de Patrice Evra. O lateral-esquerdo foi punido por um desentendimento com o funcionário que cuida do gramado de Stamford Bridge, estádio do Chelsea. O clube aceitou a decisão da Federação Inglesa apesar do técnico Alex Ferguson ter dito que considerava a suspensão a mais chocante dos 22 anos em que dirige o Manchester United. Evra vai perder os jogos do Manchester United contra Stoke e Middlesbrough pelo Campeonato Inglês, Southampton, pela Copa da Inglaterra, e contra o Derby, pela Copa da Liga Inglesa. Evra se envolveu em confusão numa partida contra o Chelsea na temporada passada. O lateral foi flagrado brigando com Sam Bethell, funcionário do time londrino, quando fazia um trabalho físico no gramado. As acusações de que ele teria sofrido insultos racistas não foi confirmada, mas o Chelsea foi multado US$ 36,6 mil por não garantir o comportamento correto de seu funcionário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.