Manchester proíbe autógrafos em camisas

A diretoria do Manchester United decidiu proibir seus jogadores de darem autógrafo nas camisas de torcedores que vão aos campos de treinamento do clube. A medida - que a primeira vista parece antipática - tem uma justificativa, segundo os dirigentes. O objetivo é evitar que as peças sejam vendidas em seguida na internet - uma prática cada vez mais comum na Inglaterra. "Devido ao crescente número de ´caça-autógrafos´ que visitam ocampo de treinamento para conseguir autógrafos para seu benefíciopessoal, lamentamos comunicar que os jogadores não voltarão aautografá-las às pessoas reunidas fora do campo", diz o clube em um comunicado oficial.Os jogadores do Manchester não poderão autografar camisas e nem cartazes que possam ter valor comercial para oscolecionadores, mas continuarão podendo fazê-lo em revistas,programas de partidas e fotos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.