Manchester quer R$ 260 milhões para liberar Cristiano Ronaldo

Este é o valor pedido pelos ingleses para que o português possa vestir a camisa do Real Madrid

04 de janeiro de 2008 | 12h22

O Manchester United não está disposto a facilitar a transferência de Cristiano Ronaldo para o Real Madrid. De acordo com o jornal inglês Daily Express, o clube teria pedido 100 milhões de euros (cerca de R$ 260 milhões) aos espanhóis para negociar o português. O Real tenta uma grande contratação para este ano. O clube, que já tentou tirar Kaká do Milan, agora foca suas atenções em Cristiano, que disputou o prêmio de melhor do mundo da Fifa em 2007. Ainda de acordo com a publicação inglesa, o Real teria oferecido 60 milhões de euros (aproximadamente R$ 155 milhões) para ter Cristiano, mas o Manchester considerou o valor baixo. Se o Real pagar os R$ 260 milhões pedidos pelos ingleses, a negociação de Cristiano será a mais cara da história do futebol, já que superaria a transação de Zidane, que deixou a Juventus para atuar no próprio Real - os espanhóis pagaram 65 milhões de euros (cerca de R$ 165 milhões) pelo francês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.