Manchester sofre para contratar

Até mesmo o Manchester United, da Inglaterra, um dos clubes mais ricos do mundo, ao lado de Real Madrid, da Espanha, e Bayern de Munique, da Alemanha, tem dificuldades para contratar jogadores após a Copa do Mundo da Coréia e do Japão, que revelou grandes atletas, antes "escondidos" em equipes pouco valorizados.Com tantas dificuldades para reformular ou apenas reforçar o elenco do Manchester para a disputa da próxima temporada, o técnico Alex Ferguson mostrou-se decepcionado. Nomes não faltam. Mas a maioria é apenas especulação, ainda mais para um clube importante da Europa que não ganhou nenhum título na última temporada, apesar de sempre estar nas fases finais dos campeonatos. Além disso, o time inglês precisará lutar por uma vaga na Liga dos Campeões da Europa, por ter ficado em terceiro lugar no Campeonato Inglês.O principal problema é o sistema defensivo, que está enfraquecido após a saída dos veteranos Dennis Irwin e Ronny Johnsen. Até agora não houve reposição, mas o primeiro nome da lista é o de Rio Ferdinand, de 23 anos, do Leeds United e que também jogou o Mundial pela Inglaterra. Ao contrário de outros clubes, como Lazio, Milan, Inter de Milão e Valencia, os ingleses têm dinheiro de sobra e já ofereceram US$ 40 milhões para levar o zagueiro."Nossa meta é contratar Rio Ferdinand, mas ainda dependemos de uma definição. Se não der certo, vamos procurar outro zagueiro em qualquer lugar", garantiu Ferguson. "Quando queremos jogadores do mais alto nível, não se faz uma grande lista. Apenas três ou quatro jogadores nos interessam."O clube também está atrás de um lateral e de um atacante. O goleiro turco Rustu e o atacante irlandês Duff já foram procurados, mas rejeitaram as propostas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.