United apresenta dupla Schweinsteiger e Schneiderlan

Clube investiu aproximadamente R$ 197 milhões em dois jogadores

Estadão Conteúdo

13 de julho de 2015 | 11h29

A segunda-feira foi agitada e de novidades para o Manchester United, especialmente para o seu meio-de-campo, bastante renovado para a próxima temporada do futebol europeu. O clube apresentou o volante Bastian Schweinsteiger, capitão da seleção da Alemanha, e também oficializou a chegada do também volante francês Morgan Schneiderlin.

Antes, o Manchester United já havia se reforçado com o lateral-direito Matteo Darmian e o atacante Memphis Depay. Agora, o clube investiu cerca de 40 milhões de libras (aproximadamente R$ 197 milhões) em dois volantes.

O técnico do Manchester United, Louis van Gaal, investiu 150 milhões de libras (R$ 738 milhões) antes do início da última temporada, em uma ação para tentar recuperar o time de um péssimo Campeonato Inglês, quase todo ele sob o comando de David Moyes, em que foi apenas o sétimo colocado.

 

Agora o Manchester United volta a investir alto. Schweinsteiger assinou um contrato por três anos após ser adquirido por 15 milhões de libras (R$ 74 milhões) do Bayern de Munique, onde passou os primeiros 17 anos de sua carreira. A imprensa britânica relata que Schneiderlin vai custar cerca de 25 milhões de libras (R$ 122 milhões). O jogador assinou um contrato por quatro temporadas, com opção por mais uma.

"Eu gostei do meu tempo no Bayern de Munique, foi uma jornada incrível e não tomei a decisão de sair com facilidade", disse Schweinsteiger, que ganhou o título alemão por oito vezes e uma Liga dos Campeões pelo gigante de Munique. "O Manchester United é o único clube que me faria deixar Munique".

Schweinsteiger chega ao United sob a expectativa de liderar o meio-de-campo com a sua liderança, sob o comando de Van Gaal, que já treinou o Bayern. Schneiderlin é menos conhecido. Foi contratado junto ao Southampton, clube pelo qual estava desde 2008, quando deixou o Strasbourg. Ele já disputou nove partidas pela seleção da França.

Michael Carrick foi o principal volante do United, na última temporada, embora ele tenha sofrido com várias lesões. "Quando descobri que o United estava interessado em me contratar, foi uma decisão muito fácil de tomar", disse Schneiderlin.

Agora, após a chegada dos dois volantes, a expectativa é para que Van Gaal busque mais reforços para o setor ofensivo, especialmente porque o clube liberou Radamel Falcao García depois de um empréstimo de uma temporada, enquanto Robin van Persie acertou sua ida para o turco Fenerbahce. Assim, o Manchester United conta com poucas opções para o ataque.


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.