Manchester United arranca empate e garante título inglês

O Manchester United se tornou neste sábado o maior vencedor de títulos do Campeonato Inglês, ao arrancar um empate por 1 a 1 com o Blackburn, fora de casa. Com o resultado, o time de Alex Ferguson faturou seu 19.º troféu nacional, o quarto nos últimos cinco anos, com uma rodada de antecipação.

AE, Agência Estado

14 de maio de 2011 | 11h05

Na lista de maiores campeões, o Manchester superou o Liverpool, que acumula 18 títulos e não levanta o troféu desde a temporada 1989/1990. Os dois times estão bem à frente do Arsenal, com 13 títulos.

Nesta edição do campeonato, o Manchester chegou aos 77 pontos e não pode ser mais alcançado pelo vice-líder Chelsea, que soma 70 - o time londrino enfrenta o Newcastle no domingo. A equipe de Alex Ferguson tem ainda o melhor ataque da competição, com 74 gols, e o menor número de derrotas, apenas quatro, todas fora de casa. No Estádio Old Trafford, o time foi soberano durante todo o campeonato.

Estes números, porém, fizeram pouca diferença no primeiro tempo contra o Blackburn. Sem o goleiro Van der Sar, poupado visando a final da Liga dos Campeões, o Manchester penou com o reserva Kuszczak. Ele cometeu dois erros seguidos na etapa e, em um deles, sofreu o primeiro gol da partida. Após sair mal do gol, o goleiro viu Emerton aproveitar cruzamento da esquerda e finalizar de bate-pronto para as redes, aos 19 minutos.

Apático em campo, o Manchester ainda levou uma bola na trave antes de arrancar o empate, em um lance polêmico. Chicharito se chocou com o goleiro Robinson dentro da área e o árbitro, com o auxílio do bandeirinha, assinalou o pênalti. Os jogadores do Blackburn reclamaram da marcação, mas não puderam evitar o gol de Rooney, na cobrança, aos 27 minutos.

O ponto somando assegurou a conquista de mais um título na conta do vitorioso de Alex Ferguson. O treinador faturou seu 27.º troféu em sua longa história no comando do Manchester, o 12.º somente no Campeonato Inglês.

Agora, o Manchester concentrará suas forças na grande final da Liga dos Campeões, no dia 28 deste mês, diante do Barcelona, em Wembley.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.