Jason Cairnduff/Reuters
Jason Cairnduff/Reuters

Manchester United atropela o Chelsea por 4 a 0 no Old Trafford

Partida marcou o confronto entre jovens ídolos históricos que se transformaram treinadores de seus times: Ole Gunnar Solskjaer e Frank Lampard

Redação, Estadão Conteúdo

11 de agosto de 2019 | 14h42

A primeira rodada da temporada 2018/19 do Campeonato Inglês foi encerrada neste domingo com uma surpreendente goleada do Manchester United sobre o Chelsea por 4 a 0 no Old Trafford na partida mais esperada do fim de semana.

O duelo entre jovens ídolos históricos que se transformaram treinadores de seus times, Gunnar Solskjaer pelo United e Frank Lampard pelo time da capital inglesa, terminou com vitória elástica e marcante do norueguês.

Em grande parte, o primeiro tempo do jogo teve domínio da equipe visitante na cidade de Manchester, com o time londrino mais seguro na parte defensiva e mantendo o controle das ações. Numa delas, acertou a trave logo aos três minutos, em tentativa de Abraham. Mas foi o United quem saiu na frente, graças a um pênalti marcado após entrada de Zouma em Rashford.

O próprio camisa 10 se encarregou da cobrança, aos 17 minutos, abrindo o placar da partida. Depois do primeiro gol, o confronto ficou mais equilibrado, ao ponto de Rashford marcar mais um, mas o lance foi rapidamente verificado pelo VAR - novidade no Campeonato Inglês nesta temporada - e o impedimento na jogada marcado.

No último terço do primeiro tempo, porém, os visitantes tornaram a exercer pressão, com boa chance desperdiçada por Pedro, aos 38, e acertando a trave de De Gea mais uma vez, agora com o lateral-esquerdo italiano Emerson Palmieri, aos 40 minutos.

Na volta para o segundo tempo, entretanto, as falhas da equipe de Londres não foram perdoadas. Aos 19, o centroavante Martial completou jogada de contra-ataque, iniciada em bola perdida por Abraham na entrada da área. O lance terminou com assistência do lado direito de Andreas Pereira para o camisa 9, que escorou para o gol de Kepa: 2 a 0.

Ainda zonzos após tomar o segundo gol, os comandados de Frank Lampard receberiam mais um golpe, dois minutos depois, quando, em velocidade, Rashford recebeu belo lançamento de Pogba entre as linhas do Chelsea e tocou na saída de Kepa para marcar pela segunda vez no clássico.

E o gol que encerrou a conta para a equipe de Manchester saiu dos pés do jovem James Garner, que aos 18 anos saiu do banco de reservas para marcar seu primeiro gol com a camisa vermelha logo na estreia pela equipe principal. Ele recebeu passe açucarado de Paul Pogba - a segunda assistência do francês no jogo -, aos 35 minutos, para bater cruzado e anotar o quarto gol de seu time contando com sutil desvio de Emerson Palmieri.

Na próxima rodada, o Chelsea recebe o Leicester no próximo domingo, para tentar a recuperação, enquanto o tranquilo Manchester United tenta embalar no início da competição em visita ao Wolverhampton apenas no dia 19.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.