Robin Parker/EFE
Robin Parker/EFE

Manchester United bate Chelsea e vai às semifinais da Liga dos Campeões

Equipe venceu os jogos de ida e volta e pegará vencedor de Schalke 04 e Inter de Milão

AE, Agência Estado

12 de abril de 2011 | 17h51

MANCHESTER - No confronto mais equilibrado das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa, deu Manchester United. Nesta terça-feira, no jogo de volta, o time vermelho de Manchester derrotou o rival Chelsea por 2 a 1, no estádio Old Trafford, e conseguiu a classificação às semifinais da maior competição de clubes do continente. Em Londres, na semana passada, já havia vencido a partida de ida por 1 a 0.

Os gols da vitória do Manchester United foram feitos pelo mexicano Javier "Chicarito" Hernández e pelo sul-coreano Park Ji-sung - Drogba marcou para o Chelsea -, mas o grande destaque foi mesmo o galês Ryan Giggs, já com seus 38 anos, que foi o responsável pelas assistências para os três gols de seu time no confronto.

Nas semifinais, o Manchester United espera pelo vencedor do duelo entre Schalke 04 e Internazionale, atual campeã da Liga dos Campeões, que se enfrentam nesta quarta, na Alemanha. O clube germânico tem uma enorme vantagem para este jogo, já que goleou os italianos por 5 a 2, na semana passada, em Milão. E os ingleses terão a vantagem de decidir em casa, no dia 4 de maio, a vaga na decisão - o jogo de ida será no próximo dia 26.

Em campo, como era de se esperar, o Chelsea começou a partida tentando controlar as ações e conseguiu levar um certo perigo ao gol de Van der Sar. O Manchester United não se intimidou e também foi ao ataque. Tanto que Chicarito marcou duas vezes antes do intervalo - na primeira, aos 26 minutos, estava impedido, mas na segunda, aos 43, aproveitou cruzamento de Giggs pelo lado direito.

Na segunda etapa, precisando de dois gols, o Chelsea foi mais ao ataque e abriu espaços para o rival. Com isso, a defesa ficou exposta e causou a expulsão do volante brasileiro Ramires, aos 25 minutos. Mesmo com um jogador a menos, o time londrino não desanimou e conseguiu o empate, aos 32, em um belo gol de Drogba.

Com o empate, faltava apenas mais um gol para o Chelsea conseguir a classificação, mas o Manchester United tratou de acabar logo com qualquer esperança. No minuto seguinte, Mais uma vez Giggs deu um passe perfeito da entrada da área e desta vez encontrou Park Ji-sung livre pelo lado esquerdo da área. O sul-coreano chutou rasteiro e cruzado, sem chances para o goleiro Petr Cech, que decretou a vitória e a vaga para os anfitriões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.