Manchester United bate City e avança na Copa da Liga

Nos acréscimos, Rooney decretou a vitória por 3 a 1 no Old Trafford; equipe pega o Aston Villa na final

AE, Agencia Estado

27 de janeiro de 2010 | 20h30

O Manchester United derrotou o rival Manchester City por 3 a 1 nesta quarta-feira, no Old Trafford, e se classificou para a final da Copa da Liga Inglesa. O time da casa havia perdido o jogo de ida por 2 a 1, mas reverteu o placar e contou com gol de Rooney nos acréscimos para evitar a prorrogação.

Atual campeã do torneio, a equipe de Alex Ferguson defenderá o título contra o Aston Villa, que eliminou o Blackburn na semana passada, no dia 28 de fevereiro, no Estádio de Wembley.

A partida desta quarta foi marcada pelo retorno do atacante togolês Adebayor, que ficou ausente dos jogos anteriores para se recuperar do trauma sofrido no dia 8 de janeiro. Na ocasião, o ônibus da seleção de Togo foi metralhado a caminho da Copa Africana de Nações, na Angola. O motorista do veículo e dois integrantes da delegação morreram.

O técnico Roberto Mancini, porém, não pôde contar com o brasileiro Robinho, que fez sua despedida no jogo de domingo. O atacante, que está de saída do clube, deve acertar nos próximos dias o seu retorno ao Brasil para defender novamente a camisa do Santos.

Nesta quarta, os dois times de Manchester fizeram um primeiro tempo de poucas chances de gol. Em vantagem por causa da vitória no primeiro jogo, o City preferiu jogar recuado, mais preocupado em não levar gols.

A partida só melhorou na volta do intervalo, com o primeiro gol do United. Scholes aproveitou bate-rebate na entrada da área e bateu rasteiro aos 7 minutos. Os donos da casa aumentaram o ritmo e chegaram ao segundo gol aos 26. Carrick chutou fraco da esquerda e viu a bola acertar o pé da trave esquerda do goleiro antes de entrar.

No entanto, o City, que contava com Adebayor na segunda etapa, descontou cinco minutos depois com Carlitos Tevez. O argentino escorou cruzamento da esquerda e, meio sem jeito, mandou para as redes.

O gol dos visitantes igualou o resultado das duas partidas, o que levaria o jogo para a prorrogação. Mas Rooney tratou de evitar o tempo extra aos 45 minutos. Ele subiu de cabeça, sem marcação dentro da área, e anotou o terceiro do United, resultado que eliminava o City da competição.

CONFUSÃO

Enquanto os dois times de Manchester duelavam em campo, a polícia inglesa prendeu 11 torcedores, suspeitos de causar tumultos durante a partida. Na semana passada, 18 fãs dos dois times haviam sido presos por cause de uma confusão ocorrida momentos antes do primeiro jogo da semifinal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.