Manchester United confirma troca de diretor-executivo

David Gill deixa o cargo em 1º de julho para se candidatar a um posto na Uefa e será substituído por seu vice, Ed Woodward

AE-AP, Agência Estado

20 de fevereiro de 2013 | 15h08

MANCHESTER - O Manchester United confirmou nesta quarta-feira que o clube terá um novo diretor-executivo a partir de 1.º de julho, depois do término desta temporada do futebol europeu. David Gill deixará o cargo no final de junho para se dedicar a outros desafios no futebol, mas que não estarão mais ligados ao time inglês.

Também vice-diretor da Associação Inglesa de Futebol (FA, na sigla em inglês), Gill vai ser candidato, em maio, a um posto no Comitê Executivo da Uefa e será substituído no cargo por Ed Woodward, que vem desempenhando a função de vice-diretor executivo do United.

Mas, apesar de ter anunciado a sua saída do cargo, Gill prometeu seguir ligado à junta diretiva do Manchester para a tomada de eventuais decisões as quais ele poderá atuar como uma espécie de consultor, como por exemplo definir qual será o substituto do técnico Alex Ferguson, no comando do time desde 1986. Entretanto, ele enfatizou que agora "espera poder contribuir com o esporte em uma plataforma nacional e europeia".

Gill, de 55 anos, vinha trabalhando de forma estreita com Ferguson há uma década e agora terá o seu cargo assumido por um dirigente de apenas 40 anos, que ingressou no clube em 2005 após a aquisição do United pela família norte-americana Glazer em um negócio de aproximadamente US$ 1,2 bilhão.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolManchester United

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.