Manchester United consegue bom empate contra o Real, em Madri

Primeiro jogo das oitavas de final da Copa dos Campeões termina empatado: 1 a 1

O Estado de S. Paulo

13 de fevereiro de 2013 | 16h45

MADRI - No primeiro capítulo do confronto de oitavas de final da Copa dos Campeões da Europa entre Real Madrid e Manchester United a igualdade prevaleceu. Nesta quarta-feira, no Santiago Bernabéu, as equipes ficaram no empate por 1 a 1, em jogo comandado pelo time espanhol no primeiro tempo e muito equilibrado na etapa final. Melhor para os ingleses, que garantem vaga nas quartas de final com um empate sem gols na partida de volta, no dia 5 de março, em Old Trafford.

Principal personagem do confronto, por ter atuado pelo Manchester United entre 2004 e 2009, Cristiano Ronaldo não decepcionou: foi o autor do gol madrilenho, aos 29 minutos do primeiro tempo, e responsável pelas principais oportunidades da equipe. Novidade de Alex Ferguson na escalação, Welbeck havia inaugurado o placar para os ingleses aos 18 minutos.  

O primeiro bom momento da partida desta quarta foi do time da casa, com Khedira, que recebeu dentro da área e assustou o goleiro De Gea com um chute cruzado. O Real era melhor no início e aos cinco minutos acertou a trave. Após rebatida de Ferdinand, Fábio Coentrão bateu cruzado de direita. De Gea pulou e conseguiu desviar antes de a bola tocar a trave.

O Real se aproveitava dos avanços pelo lado esquerdo, nas costas de Rafael, que não fazia boa partida e dava muitos espaços para Coentrão e Özil. O time espanhol, no entanto, não conseguiu traduzir esta superioridade em gols.   Já o Manchester United marcou em sua primeira oportunidade. Aos 18 minutos, Rooney bateu escanteio pela esquerda, o goleiro Diego López ficou no meio do caminho, Sergio Ramos não acompanhou na marcação, e Welbeck subiu com tranquilidade para tocar no canto e abrir o placar.

O gol acordou o Real, que voltou a tomar conta do jogo. Cristiano Ronaldo levou perigo aos 27 min, após rebote em cobrança de falta batida por ele mesmo na barreira. Apenas dois minutos depois, o próprio atacante português deixou tudo igual. Ele recebeu cruzamento de Di María e subiu muito para cabecear com estilo no canto esquerdo de De Gea. O astro não comemorou o gol, em respeito ao seu ex-clube. 

O Manchester cresceu após o empate, foi para cima e perdeu boas chances com Welbeck e Rooney. O jogo era muito movimentado e com oportunidades de ambos os lados. Aos 36 minutos foi a vez de Özil levar perigo ao gol de De Gea. Antes do intervalo Cristiano Ronaldo ainda teve mais um bom momento, mas as equipes foram mesmo para o vestiário empatadas. 

O segundo tempo começou como terminou o primeiro: muito movimentado. O Manchester United tomou conta das primeiras ações, mas logo o Real Madrid cresceu e equilibrou. Aos sete minutos Di María aproveitou sobra de bola e, de fora da área, bateu com muito perigo. 

O time da casa só não virou o placar aos 15 minutos porque De Gea fez milagre. Após cruzamento da direita, Coentrão mergulhou e, de carrinho, tocou para o gol. O goleiro do Manchester United se esticou todo e evitou o gol certo com o pé direito. 

Talvez assustado com a pressão que o adversário iniciava, o time inglês se fechou e esperava um contra-ataque para chegar ao segundo gol, o que fez com que o ritmo da partida diminuísse. O Real até ficava mais com a posse de bola e acuava o Manchester, mas esbarrava no bloqueio armado à frente da área de De Gea.

A proposta inglesa quase surtiu efeito aos 26 minutos. Em um contra-ataque pela direita, Rooney achou Van Persie dentro da área. O holandês encheu o pé de direita, Diego López espalmou e a bola ainda tocou no travessão. No lance seguinte, novamente Van Persie quase marcou. Ele aproveitou erro de marcação da zaga madrilenha, dominou sozinho, mas bateu sem força. A bola quicou, encobriu o goleiro, mas Xabi Alonso evitou o gol de carrinho.

Cristiano Ronaldo, em três oportunidades, ainda tentou levar perigo para o gol de De Gea, que garantia o bom resultado para o Manchester com boas defesas. Apesar do esforço do atacante português, a partida se arrastou em ritmo lento até o final.

REAL MADRID: Diego López; Arbeloa, Sergio Ramos, Raphael Varane e Fabio Coentrão; Khedira, Xabi Alonso (Pepe), Ozil e Di Maria (Modric); Cristiano Ronaldo e Benzema (Higuaín). Técnico José Mourinho.

MANCHESTER UNITED: De Gea; Rafael, Ferdidand, Evans e Evra; Phil Jones, Carrick e Kagawa (Giggs); Welbeck (Valencia), Rooney (Anderson) e Van Persie. Técnico: Alex Ferguson.

------------------------------------------------

LANCE A LANCE

SEGUNDO TEMPO

48min - Fim do jogo em Madri. Perto do primeiro tempo, etapa final não teve tantos lances de gol. Partida terminou mesmo no 1 a 1.

47min - Diego López salva o gol do Manchester, fazendo difícil defesa em chute de Giggs.

46min - Bola quase sobra para Cristiano Ronaldo na pequena área, mas a zaga do Manchester conseguiu se salvar.

44min - Real ainda tenta seu gol nos últimos minutos, mas parece já não ter mais fôlego para conseguir a vitória. 

40min - Boa cobrança de falta de Cristiano Ronaldo, que quase marca um golaço. De Gea apenas torceu para a bola sair, e conseguiu.

39min - Anderson no lugar de Rooney no time do Manchester.

38min - José Mourinho faz a última substituição. Sai Alonso e entra Pepe.

35min - Bola sobra pra Giggs na esquerda, mas ele deveria ter chutado de primeira. Quis dominar e perdeu o lance.

34min - Pressão do Real. No bate-rebate, Khedira chuta da entrada da área, mas De Gea defende. 

32min - Empate, até aqui, é um bom resultado para o Manchester. Real não gosta nada do placar, e busca o ataque para conseguir o segundo gol.

28min - Jogo esquentou em Madri. Os dois times trocam bem a bola, com o Real no ataque e o Manchester nos contra-golpes.

26min - Bola na trave, quase gol do Manchester. Van Persie recebe pela direita e chuta forte. Diego López defende e a bola ainda bate no travessão. Depois, o atacante perdeu gol incrível, chutando fraco por cima do goleiro.

25min - Cruzamento de Higuaín e Cristiano Ronaldo quase marca mais um.  

21min - Apesar de estar melhor no jogo, o Real não consegue transformar sua superioridade em gols. Time merengue vai pro ataque, equipe inglesa se defende. E faltam lances de perigo.

18min - Mudança no Manchester United. Sai Kagawa para a entrada de Giggs.

15min - Quase gol do Real. Cruzamento pela direita, Coentrão manda de primeira e De Gea faz difícil defesa.

14min - Mudança no Real. Entra Higuain e sai Benzema. 

12min - Jogo deu uma esfriada, mas a torcida do Real grita e apoia o time o tempo todo.

7min - Mais um chute de Di Maria. Ele recebeu na entrada da área, ajeitou e chutou no lado esquerdo de De Gea.

6min - Agora foi a vez de Di Maria tentar o chute, parando de novo em De Gea, sempre bem posicionado.

5min - Real melhora no jogo, e passa a tomar as iniciativas. Ingleses, no entanto, marcam firme.

3min - Cristiano Ronaldo dá o troco, chuta de longe e para em De Gea.

1min - Manchester começa no ataque e já chega duas vezes com perigo.

0min - Começa a etapa final do jogo no Santiago Bernabéu.

PRIMEIRO TEMPO

47min - Fim de primeiro tempo. Real dominou boa parte do jogo, mas vacilou em um lance e levou o gol. Depois, teve competência para conseguir a igualdade antes do intervalo. Pelo o que mostrou, merecia estar vencendo o adversário.

45min - Rafael tenta seu gol para o Manchester, mas chuta errado, torto, por cima.

42min - Cristiano Ronaldo assusta o goleiro De Gea, com um arremate de longa distância. Bola sobe muito e passa por cima da trave.

40min - Torcida pede pênalti em Di Maria, mas arbitragem nada deu.

38min - Rafael escorrega e deixa Ozil livre pela esquerda. O craque alemão, no entanto, preferiu tocar do que chutar e perdeu o lance.

37min - Ozil recebe na área e manda um chutaço para defesa de De Gea. 

34min - Ingleses se empolgam e Rooney manda a bola pra fora.

33min - Welbeck quase marca o segundo do Manchester, após saída errada de López.

32min - Demorou, mas o Manchester tentou novamente um ataque. Bem marcado, Van Persir chutou fraquinho e Diego López defendeu sem dificuldade.

29min - GOOOL DO REAL. Cristiano Ronaldo recebe cruzamento da esquerda e, de cabeça, empata a partida.

27min - Após errar cobrança de falta, Cristiano Ronaldo pega rebote e quase faz um belo gol; bola sai por pouco.

24min - Gol tomado deu uma esfriada na torcida e no time do Real, que já não tem mais o mesmo ímpeto de antes. Donos da casa, no entanto, tentam buscar o empate.

22min - Di Maria arrisca de longe, mas para na boa defesa de De Gea.

19min - GOOOL DO MANCHESTER. Em uma das raras chegadas do time inglês ao ataque, Welbeck aproveita cobrança de escanteio e falha da zaga rival para fazer 1 a 0. 

18min - Neste momento, Manchester se fecha todo no seu campo. E Ozil conseguiu um espaço para ir pro ataque, mas não conseguiu acertar o chute. 

14min - Time inglês vai conseguindo segurar a pressão madrilenha. Mas precisa ter mais calma para sair jogando nos contra-ataques. 

11min - Real Madrid mal dá chances para o adversário jogar. Time merengue trama bem a bola pela esquerda, mas falta uma boa finalização.

9min - O Manchester United também tenta chegar. Após cobrança de escanteio, a zaga do Real afasta.

7min - Cristiano Ronaldo tenta de longe e erra o alvo.

5 min - Novo ataque do Real, e Fábio Coentrão acerta a trave. Quase o primeiro gol dos donos da casa, que tomam a iniciativa e mandam no jogo.

4min - Van Persie leva cartão amarelo.

3min - Melhor em campo, o rápido time do Real chega de novo com perigo. Desta vez, Ozil manda a bola pra fora.

1min - Boa troca de passes do Real, Khedira recebe na área, mas chuta para fora. 

0 min - Começa o jogo em Madri.

PRÉ-JOGO: Nos dias que antecederam o confronto, os treinadores das duas equipes adotaram um tom respeitoso e preferiram não eleger nenhum favorito. José Mourinho, da equipe madrilena, mostrou confiança em seus jogadores, mas reconheceu que o time de Alex Ferguson é "fortíssimo". Do outro lado, o comandante do Manchester United resumiu o duelo de gigantes como "a partida que o mundo está esperando".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.