Jon Super/AP
Jon Super/AP

Manchester United dá vexame em casa e cai na Copa da Liga

Eliminação contra o Sunderland veio nas cobranças de pênaltis, em que o time de Manchester perdeu quatro das cinco cobranças

Agência Estado

22 de janeiro de 2014 | 20h46

MANCHESTER - O Manchester United fez de tudo para impedir uma final inédita contra o Manchester City, seu rival caseiro. Nesta quarta-feira, em plano Old Trafford, viu De Gea levar um frango incrível, até conseguiu evitar a eliminação na prorrogação com um gol chorado de Chicharito Hernandez, mas nos pênaltis mostrou que não merecia avançar à decisão da Copa da Liga Inglesa. Errou quatro das cinco batidas, todas elas muito mal cobradas, e acabou eliminado pelo Sunderland.

Depois de perder de 2 a 1 fora de casa, no jogo de ida das semifinais, o Manchester United ganhou por 1 a 0 no tempo normal nesta quarta e levou a partida na prorrogação. De Gea levou o frango aos 14 minutos do segundo tempo, mas Chicharito salvou nos acréscimos. Nos pênaltis, 10 cobranças dos dois times e apenas três acertos.

Assim, a final da Copa da Liga Inglesa terá o Manchester City (que fez um agregado de 9 a 0 sobre o West Ham) e o Sunderland, equipe que nunca venceu a competição (só foi finalista em 1985). A decisão está marcada para 2 de março, em Wembley. O clássico de Manchester pelo Inglês está agendado para um dia antes, mas deverá ser adiado ou antecipado.

Substituto do aposentado Alex Ferguson, David Moyes começa muito mal seu trabalho. O Manchester foi eliminado na estreia da Copa da Inglaterra diante do Swansea City (em casa) e ocupa apenas o sétimo lugar do Campeonato Inglês, já praticamente sem chances de título, a não ser matemáticas. Em 2014, já foram seis jogos, com quatro derrotas e apenas um triunfo. Domingo a equipe havia levado 3 a 0 do hoje arquirrival Chelsea, em Londres.

O JOGO - Precisando vencer de qualquer jeito, o Manchester United abriu o placar aos 37 minutos de partida. Januzaj bateu escanteio da direita, Welbeck cabeceou para o meio da área e Evans, sozinho, mandou para o gol, sem chances de defesa para o goleiro italiano Mannone.

Como na partida de ida o Sunderland havia vencido por 2 a 1 e não há o critério do gol fora na Copa da Liga Inglesa, o jogo foi para a prorrogação em Old Trafford. Exausto, Chicharito Hernández perdeu ótima chance cara a cara com o goleiro. Ele arriscou o chute muito cedo, ainda de longe, e acabou mandando para fora.

O jogo já estava com 14 minutos do segundo tempo da prorrogação quando o escocês Bardsley, revelado pelo Manchester United mas que nunca teve chances na equipe com Alex Ferguson, arriscou de longe. A bola foi em cima do goleiro De Gea, que não segurou e tomou um frango memorável.

Sorte do espanhol que ele foi salvo por Chicharito. O banco do Sunderland já comemorava quando, após bate-rebate na área, o mexicano chutou todo desequilibrado, alto demais, mas a bola bateu no travessão e entrou, para deixar o Old Trafford de êxtase.

Nas cobranças de pênalti, tudo errado. Gardner e Welbeck mandaram para longe. Os dois Fletcher''s recuaram a bola, mas Steven, do Sunderland, viu De Gea pegar. Darren, do Manchester, deu sorte e marcou. Marcos Alonso deixou tudo igual e Januzaj deu na mão de Mannone.

Sung-Yong Ki recolocou o Sunderland na frente, enquanto Jones foi mais um a isolar. Os visitantes poderiam ter matado o jogo, mas Johnson viu De Gea se redimir e pegar. Sem Rooney, Van Persie (machucados) e Giggs (no banco), sobrou para Rafael a última cobrança. O brasileiro, porém, bateu mal e Mannone pegou, classificando o Sunderland.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.