Peter Powell/EFE
Peter Powell/EFE

Manchester United leva susto, mas derrota o Wolfsburg de virada

Ingleses se recuperam após derrota em estreia na competição

Estadão Conteúdo

30 de setembro de 2015 | 17h54

O Manchester United deu um susto em sua torcida nesta quarta-feira, no Old Trafford. Após estrear com derrota na Liga dos Campeões, o time inglês saiu atrás no placar contra o Wolfsburg, mas buscou a virada no segundo tempo e venceu por 2 a 1, evitando novo tropeço no Grupo B. Juan Mata e Chris Smalling marcaram os gols dos anfitriões.

Mesmo jogando fora de casa, o bom time do Wolfsburg, sem o volante Luiz Gustavo, machucado, mas com os brasileiros Naldo e Dante formando a zaga, surpreendeu o Manchester logo aos 4 minutos. Em bela jogada pela direita, Daniel Caligiuri passou por três marcadores e tabelou na entrada da área antes de bater para as redes. Indeciso na zaga, Valencia facilitou a vida do Wolfsburg na jogada ao deixar o rival em posição regular.

O susto da torcida inglesa durou até os 33 minutos, quando o mesmo Caligiuri acertou a mão na bola dentro da área. Na cobrança de pênalti, Mata bateu bem e empatou a partida. O Manchester ainda teve boas chances de virar o marcador antes do intervalo, mas o goleiro Benaglio trabalhou bem debaixo da trave.

A pressão, contudo, aumentou no segundo tempo. E, após um chute ruim de Schweinsteiger, a bola sobrou para Mata, que acertou lindo passe, quase de chaleira, para dentro da área. Bem colocado, Smalling se esticou para fazer o desvio e mandar para o gol, aos 7 minutos.

Depois de levar a virada, o Wolfsburg passou a contar com Schürrle e Bendtner em campo. E o primeiro perdeu grande chance de empatar. O Manchester passou a jogar recuado, sofrendo ameaças do rival alemão. Mas se segurou como pôde para garantir o primeiro triunfo nesta edição da Liga dos Campeões.

Com o triunfo do Manchester e do CSKA Moscou nesta quarta, o Grupo B ficou embolado, com as quatro equipes somando três pontos. O time russo derrotou, com certo sofrimento, o PSV Eindhoven por 3 a 2, em casa, na outra partida da chave.

Os anfitriões abriram 3 a 0 e até desperdiçaram pênalti, tudo isso ainda no primeiro tempo. Mas levaram um susto na etapa final, com os gols dos holandeses. Seydou Doumbia foi o nome do jogo ao marcar duas vezes para o CSKA e perder a penalidade. Maxime Lestienne anotou os dois do PSV.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.