Peter Powell/AP
Peter Powell/AP

Manchester United mostra balanço com receita recorde

Clube inglês prevê um aumento do faturamento para a próxima temporada

AE-AP, Agência Estado

18 de setembro de 2013 | 12h01

MANCHESTER - O Manchester United apresentou nesta quarta-feira o seu balanço da temporada 2012/2013 e revelou que teve uma receita recorde, de 363,2 milhões de libras (aproximadamente R$ 1,305 bilhão). O valor representa um incremento de 13,4% em relação ao exercício anterior, de acordo com o atual campeão inglês.

O aumentou do valor ganho de patrocinadores foi fundamental para essa elevação das receitas. O clube recebeu 90,9 milhões de libras (R$ 326,7 milhões) em patrocínios na última temporada, graças principalmente aos contratos assinados com a companhia aérea Aeroflot e o grupo financeiro Aon.

E a previsão do clube é para que tenha outra receita na temporada recorde, entre 420 e 430 milhões de libras (entre R$ 1,509 bilhão e R$ 1,545 bilhão). O valor, porém, é inferior ao do Real Madrid, que teve receita de 521 milhões de euros (aproximadamente R$ 1,583 bilhão) na temporada 2012/2013, de acordo com o balanço apresentado pelo clube espanhol.

O lucro líquido do Manchester United na última temporada foi 17,2 milhões de libras (R$ 61,8 milhões), enquanto no exercício 2011/2012 havia sido de 4,5 milhões de libras (R$ 16,2 milhões). Já a dívida bruta do clube caiu 11%, para 389,2 milhões de libras (R$ 1,398 bilhão), mas o passivo subiu para 71 milhões de libras (R$ 255 milhões) no ano.

Apesar do aumento das receitas, o Manchester United foi tímido na última janela de transferências. A principal contratação do time foi o meia belga Marouane Fellaini, que veio do Everton, ex-clube do técnico David Moyes, que assumiu o clube a partir desta temporada, após a saída de Alex Ferguson.

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolManchester United

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.