Manchester United nega saída do português Cristiano Ronaldo

Diretor-executivo do clube fez questão de lembrar a todos que jogador ainda tem quatro anos de contrato

EFE

20 de maio de 2008 | 10h07

O diretor-executivo do Manchester United, David Gill, esclareceu nesta terça-feira que o clube não tem nenhuma "intenção" de negociar o português Cristiano Ronaldo.  Apesar de o meia-atacante português ter assinado em 2007 um contrato de cinco temporadas com o clube de Old Trafford, seu nome foi vinculado com freqüência ao Real Madrid.  Em uma tentativa de pôr fim às especulações, Gill lembrou à "BBC Radio 5 Live" que o jogador "ainda tem quatro temporadas de contrato" com o clube, e "com certeza ficará em Manchester por muitos anos".  "Ele vai continuar. Não temos nenhuma intenção de negociá-lo e vamos nos assegurar que ele está contente aqui. Ele não vai a lugar algum", disse o diretor.  Gill afirmou que Cristiano Ronaldo é "um dos melhores jogadores do mundo, talvez o melhor", e disse que não via "nenhuma razão" para que o meia o português quisesse deixar o clube.  "Ele está em um grande clube, conquistando troféus e se divertindo muito, não teria nenhum motivo para querer sair", disse.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.