Jon Super/AP
Jon Super/AP

Manchester United perde para o Suderland e fica longe da Liga Europa

Com 60 pontos, equipe está seis atrás do Tottenham, sexto colocado do Campeonato Inglês

Agência Estado

03 de maio de 2014 | 13h41

MANCHESTER - O Manchester United desperdiçou uma grande chance de pressionar o Tottenham na luta por uma vaga na próxima Liga Europa. Após ver o time londrino perder para o West Ham neste sábado, a equipe de Manchester não cumpriu o seu papel e foi batida por 1 a 0 pelo Sunderland, em casa, no Old Trafford, pela 37ª rodada do Campeonato Inglês.

Com a derrota, o Manchester United segue em sétimo lugar, com 60 pontos, e dois jogos a disputar, enquanto o Tottenham é o sexto, com 66, e só fará mais uma partida. Os times que ficarem em quinto e sexto lugar se classificam para a próxima Liga Europa - o sétimo também se classifica caso o campeão da Copa da Inglaterra seja um time que se classificou para a Liga dos Campeões (a final será entre Arsenal, 4º, e Hull City, 15º).

A partida deste sábado marcou a volta do atacante holandês Robin van Persie, recuperado de lesão, ao Manchester United. Mas mesmo com o seu principal artilheiro, o time não conseguiu vencer e perdeu com o gol marcado por Sebastian Larsson aos 30 minutos do primeiro tempo. Assim, o Sunderland, na luta contra o rebaixamento, chegou aos 35 pontos, na 17ª colocação.

OUTROS JOGOS

Os jogos deste sábado, aliás, selaram a queda de dois times no Campeonato Inglês: o Fulham e o Cardiff City. Fora de casa, o 19º colocado Fulham caiu com a derrota por 4 a 1 para o Stoke City. Também como visitante, o lanterna Cardiff City perdeu por 3 a 0 para o Newcastle.

Também neste sábado, o Southampton bateu o Swansea por 1 a 0, em País de Gales. Já o Aston Villa, com dois gols de Andreas Weimann, bateu o Hull City por 2 a 0, em casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.