Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Grigory Dukor/Reuters
Grigory Dukor/Reuters

Manchester United sofre com o gramado e empata na Rússia pela Liga Europa

Por fazer 1 a 1, time inglês tem a vantagem do empate sem gols no jogo de volta em casa

Estadão Conteudo

09 de março de 2017 | 17h06

O Manchester United não passou de um empate por 1 a 1 diante do Rostov nesta quinta-feira, no jogo de ida das oitavas de final da Liga Europa. Com o gramado do Estádio Olimp-2 extremamente danificado pelo inverno russo, o time inglês teve dificuldade para impor seu estilo, mas ainda assim encaminhou a vaga para a próxima fase do torneio.

O técnico José Mourinho chegou a criticar o estado do gramado em Rostov antes do confronto, e os comentários se mostraram justos nesta quinta, uma vez que diversas partes do campo eram compostas muito mais por terra e barro do que grama. Por isso, o resultado acabou sendo bom para o Manchester, que receberá o time russo na quinta que vem, em Old Trafford, podendo até empatar por 0 a 0.

Desde o início, ficou claro que o péssimo estado do campo atrapalharia o Manchester United. Com uma equipe muito mais técnica, os ingleses tinham dificuldade na condução e no toque de bola, além da finalização. Logo aos dois minutos, por exemplo, Pogba foi uma vítima do gramado ao receber ajeitada de Mkhitaryan e furar na tentativa do arremate, vendo a bola passar entre suas pernas.

Sem condições de toque, o jogo transcorreu com troca de chutões entre os dois sistemas defensivos. E assim seguiu até os 34 minutos, quando Fellaini dominou de peito pelo alto e enfiou para Ibrahimovic. O sueco ganhou na velocidade e impediu a saída pela linha de fundo tocando para o meio da área, onde Mkhitaryan chegou para finalizar para a rede.

Ainda no primeiro tempo, o Rostov tentou em finalização de Noboa e o Manchester teve a chance do segundo, com Ander Herrera. Mas foi só na etapa final que os ingleses cresceram. Aos dois minutos, Ibrahimovic teve boa chance da entrada da área, mas errou o alvo. Aos cinco, foi a vez de Ashley Young errar por pouco.

Quando parecia que os visitantes eram donos da partida, o Rostov surpreendeu e deixou tudo igual. Aos sete minutos, Kalachev deu lançamento muito longo, Bukharov arrancou em posição legal, dominou no peito e tocou na saída do goleiro Romero para marcar um belo gol.

Aos 19, os donos da casa assustaram de novo com Erokhin, que chutou para fora, mas o jogo era mesmo pelo alto. No minuto seguinte, o Manchester respondeu com cabeçada de Fellaini, que Medvedev defendeu. Mais um minuto, e o Rostov tentou na mesma moeda. Navas finalizou e jogou por cima. Na reta final, os russos ameaçaram uma pressão, mas esbarraram na falta de qualidade.

OUTROS RESULTADOS

Na Dinamarca, o Copenhague largou em vantagem diante do tradicional Ajax. Falk e Cornelius marcaram os gols do triunfo por 2 a 1 dos donos da casa, resultado que mantém o confronto em aberto para a partida de volta, também na quinta que vem, em Amsterdã.

Já o Anderlecht deu grande passo para ir às quartas de final. Mesmo atuando no Chipre, derrotou o APOEL Nicosia por 1 a 0, com gol de Stanciu, e pode empatar por qualquer placar na volta, semana que vem, na Bélgica, que estará nas quartas de final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.