Oli Scarff/AFP
Oli Scarff/AFP

Manchester United supera o Leicester e garante vaga na Liga dos Campeões

Equipe de Ole Gunnar Solskjaer aplica 2 a 0 e fica na 3ª colocação; comandados de Brendan Rodgers se classificam para a Liga Europa

Redação, Estadão Conteúdo

26 de julho de 2020 | 15h02

A mais longa temporada do Campeonato Inglês terminou neste domingo, com todos os dez jogos da rodada final disputados simultaneamente. Com o título definido, as atenções estavam voltadas para as vagas às ligas europeias e o rebaixamento. No duelo direto por um lugar na próxima edição da Liga dos Campeões, o Manchester United derrotou o Leicester e sacramentou seu retorno a principal competição de clubes da Europa.

O Manchester United terminou em terceiro na classificação geral, com 66 pontos, quatro a mais que o Leicester, que depois de integrar por várias rodadas seguidas o grupo dos quatro melhores, sendo inclusive vice-líder por um tempo, fechou sua participação em quinto e terá de se contentar com a disputa da Liga Europa.

Símbolo da reação do United nesta temporada do Inglês, o meia português Bruno Fernandes converteu no segundo tempo cobrança de pênalti que abriu caminho para o triunfo. No último lance, Lingard tomou a bola do goleiro Schmeichel e selou a vitória, ampliando a invencibilidade da equipe no torneio para 14 jogos.

O United se junta na próxima edição da Liga dos Campeões a Liverpool e Manchester City, campeão e vice, respectivamente, e ao Chelsea, que fechou sua participação na competição com vitória por 2 a 0 sobre o Wolverhampton e terminou na quarta colocação, com 66 pontos.

Beneficiado pelo revés do Leicester, o Chelsea nem precisava ganhar, mas triunfou. A vitória, conquistada em casa com gols de Mount e Giroud, tira o Wolverhampton da Liga Europa. Sensação da temporada, a equipe do técnico português Nuno Espírito Santos caiu para a sétima colocação e viu a última vaga para o torneio continental ser preenchida pelo Tottenham, que empatou em 1 a 1 com o Crystal Palace, fora de casa. Os dois times encerraram o campeonato com 59 pontos, mas a equipe londrina, treinada por Jose Mourinho, levou a melhor no saldo de gols (14 a 11).

Apenas oitavo colocado, com 56 pontos, e, portanto, fora das ligas europeias, o Arsenal encerrou sua decepcionante trajetória com vitória por 3 a 2 sobre o Watford, sacramentando o rebaixamento do vice-lanterna, com 34 pontos.

O Arsenal não conseguiu vaga na Liga Europa via Campeonato Inglês, mas ainda pode salvar sua temporada e se garantir no torneio se vencer a Copa da Inglaterra. A equipe de Londres jogará a final contra o Chelsea no próximo sábado. Se perder, quem se classifica ao segundo campeonato mais importante da Europa é o Wolverhampton.

TEMPORADA PERFEITA

O campeão Liverpool concluiu sua temporada vitoriosa e irretocável temporada com um triunfo por 3 a 1 sobre o Newcastle, fora de casa. O resultado positivo no último jogo deste ano, do qual os torcedores jamais esquecerão, foi assegurado de virada, com gols de Van Dijk, Origi e Mané. Gayle anotou o tento dos anfitriões.

O time do técnico Jürgen Klopp finalizou sua campanha com incríveis 99 pontos, 18 a mais que o vice-campeão Manchester City, que se despediu da competição com um goleada implacável de 5 a 0 em cima do lanterna Norwich. Gabriel Jesus deixou o dele, o que abriu o caminho para o massacre, De Bruyne anotou dois e Sterling e Mahrez também marcaram.

REBAIXAMENTO

O outro rebaixado, que se juntou a Watford e Norwich - este cuja queda foi decretada antecipadamente, ainda na 35ª rodada - foi o Bournemouth. O time do sul da Inglaterra até venceu o Everton por 3 a 1, neste domingo, mas de nada adiantou, já que o Aston Villa somou o ponto que precisava ao empatar em 1 a 1 com o West Ham e terminou à frente, na 17ª colocação, salvando-se.

Em outros dois jogos que já não valiam mais nada em termos de pontuação, o Brighton (15º) superou o Burnley (10º) por 2 a 1, fora e de casa, e o Southampton (11º) fez 3 a 1 no Sheffield United (nono).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.