Mancini comemora triunfo, mas critica defesa do Cruzeiro

A vitória sobre o Nacional de Nova Serrana por 4 a 2, em Divinópolis, na quinta-feira, colocou o Cruzeiro na zona de classificação para as semifinais do Campeonato Mineiro e deixou o técnico Vágner Mancini satisfeito. Porém, o treinador ressaltou que o time cometeu erros graves na defesa, que permitiram a virada do placar pelo adversário para 2 a 1, e provocaram dificuldades desnecessárias ao time.

AE, Agência Estado

17 de fevereiro de 2012 | 10h29

"Competência do time. Não podemos dizer que uma virada dessa é sorte. Aconteceram coisas diferentes, fizemos nossa melhor apresentação. Mas erramos feio em dois lances e dificultamos um jogo fácil. Aí tem que depositar força extra no jogo. Era para ser simples, tive que mexer para tornar o time ofensivo. Valeu o resultado, a vitória. Sabíamos que teríamos dificuldades, mas nem tantas", disse Mancini.

O atacante Wellington Paulista se destacou na partida ao marcar três dos quatro gols do time. Situação parecida havia acontecido diante do Tupi, quando o Cruzeiro venceu por 3 a 0, com dois gols anotados por Anselmo Ramon. Por isso, o desempenho do setor ofensivo do Cruzeiro deixou Mancini satisfeito.

"Fico feliz em saber que um dia o Anselmo decide, no outro é o Wellington Paulista. Dessa forma vamos dando a todos chances de marcar os gols. Normalmente o atleta sem confiança passa a bola. É muito importante que você tenha artilheiros", afirmou o treinador.

A vitória de quinta-feira deixou o Cruzeiro com seis pontos, em segundo lugar no Campeonato Mineiro. A equipe volta a jogar no torneio em 25 de fevereiro, em Governador Valadares, contra o Democrata.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.