Simone Arveda/EFE
Simone Arveda/EFE

Mancini convoca artilheiro do Italiano para as Eliminatórias da Eurocopa

Fabio Quagliarella, da Sampdoria, está na lista para enfrentar Grécia e Bósnia

Redação, Estadão Conteúdo

27 de maio de 2019 | 17h27

O goleiro Antonio Mirante (Roma), além dos atacantes Fabio Quagliarella (Sampdoria) e Andrea Belotti (Torino), são os principais destaques entre os 33 jogadores convocados pelo técnico Roberto Mancini nesta segunda-feira para integrar a seleção italiana que vai enfrentar Grécia e Bósnia em seus dois próximos compromissos pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2020.

Artilheiro do Campeonato Italiano, com 26 gols, Quagliarella é chamado pela segunda vez consecutiva por Mancini. O jogador, de 36 anos, superou o colombiano do Atalanta, Duván Zapata (23), o polonês do Milan, Krzysztof Piatek (22), e o português da Juventus, Cristiano Ronaldo (21), outros maiores goleadores da última edição da competição nacional, encerrada neste domingo passado.

Belotti, que não era chamado desde setembro, entrou nesta listagem da qual acabou ficando fora o polêmico Mario Balotelli, do Olympique de Marselha, enquanto Mirante foi chamado para a vaga de Gianluigi Donnarumma, do Milan, que sofreu uma lesão muscular no domingo, diante do SPAL, em Ferrara.

Os jogadores se apresentam a Mancini neste sábado para o início dos treinamentos para as partidas diante da Grécia, em 8 de junho, em Atenas, e contra Bósnia, três dias depois, em Turim. Em dois jogos disputados até agora neste qualificatório europeu, a Itália soma seis pontos e lidera o Grupo J, após vitórias sobre a Finlândia (2 a 0) e Liechtenstein (6 a 0).

Confira a lista de convocados da seleção italiana:

Goleiros - Alessio Cragno (Cagliari), Pierluigi Gollini (Atalanta), Salvatore Sirigu (Torino) e Antonio Mirante (Roma);

Defensores - Francesco Acerbi (Lazio), Cristiano Biraghi (Fiorentina), Leonardo Bonucci (Juventus), Giorgio Chiellini (Juventus), Mattia De Sciglio (Juventus), Emerson Palmieri (Chelsea), Alessandro Florenzi (Roma), Armando Izzo (Torino), Gianluca Mancini (Atalanta), Alessio Romagnoli (Milan) e Leonardo Spinazzola (Juventus);

Meio-campistas - Nicolò Barella (Cagliari), Federico Bernardeschi (Juventus), Bryan Cristante (Roma), Jorginho (Chelsea), Lorenzo Pellegrini (Roma), Stefano Sensi (Sassuolo), Marco Verratti (Paris Saint Germain) e Nicolò Zaniolo (Roma);

Atacantes - Andrea Belotti (Torino), Federico Chiesa (Fiorentina), Stephan El Shaarawy (Roma), Vincenzo Grifo (Friburgo), Ciro Immobile (Lazio), Lorenzo Insigne (Napoli), Moise Kean (Juventus), Leonardo Pavoletti (Cagliari), Matteo Politano (Inter de Milão) e Fabio Quagliarella (Sampdoria).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.