Jon Super/AP
Jon Super/AP

Mancini diz não temer demissão no City

Eliminação precoce do clube inglês da Copa dos Campeões não tira o sono do treinador

AE, Agência Estado

22 de novembro de 2012 | 10h05

MANCHESTER - Apesar dos investimentos milionários, o Manchester City fracassou pelo segundo ano seguido na Copa dos Campeões da Europa, caindo logo na fase de grupos. Dessa vez, a eliminação foi confirmada na quarta-feira, com o empate em casa com o Real Madrid pela quinta rodada do Grupo D. Mas, mesmo com a nova decepção, o técnico italiano Roberto Mancini garante que não teme perder o emprego no clube inglês.

Ainda na quarta-feira, Mancini viu seu colega italiano Roberto di Matteo ser demitido do comando do Chelsea, mesmo tendo conquistado o título da Liga dos Campeões na temporada passada - na edição atual do torneio, o time londrino está perto da eliminação. O técnico também está pressionado no Manchester City, mas revelou que mantém a tranquilidade para continuar o trabalho que faz desde 2009.

"Se pensarmos que podemos ganhar a Liga dos Campeões após dois anos (o clube disputou a competição apenas essas duas vezes na história), acho que somos loucos. Precisamos melhorar o time, cometemos alguns erros. Mas somos um bom time", afirmou Mancini, para, na sequência, responder uma pergunta dizendo que "não teme" perder o emprego no Manchester City após a eliminação precoce.

Depois de cinco das seis rodadas disputadas até agora no "grupo da morte" da Liga dos Campeões, o Manchester City somou apenas três pontos e está na lanterna. Nessa chave, os dois times classificados por antecipação para as oitavas de final foram o Borussia Dortmund (11 pontos) e o Real Madrid (oito pontos), enquanto o Ajax somou quatro e ocupa atualmente a terceira colocação.

Segundo a avaliação de Mancini, o Manchester City ainda não tem um time para ser campeão europeu. Para justificar sua tese, ele fez uma comparação com o rival local Chelsea, que também fez investimentos milionários nos últimos anos e só conseguiu ganhar a Liga dos Campeões na temporada passada. "O Chelsea demorou 10 anos para ser campeão. Temos que ser pacientes", lembrou o técnico.

Mas, apesar da eliminação precoce na Liga dos Campeões, o Manchester City está fazendo ótima campanha no Campeonato Inglês. Na luta para defender o título conquistado na temporada passada, o time ocupa liderança isolada da competição, com um ponto de vantagem sobre o rival Manchester United. E volta a jogar no domingo, quando enfrenta justamente o Chelsea, em Londres, pela 13ª rodada.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolManchester CityMancini

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.