Rubens Chiri/Divulgação
Rubens Chiri/Divulgação

Mancini diz que frase de Jean é mentirosa e promete explicações após jogo decisivo

Goleiro, afastado por ter abandonado uma reunião, diz que não é tratado como o restante do elenco

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

20 de março de 2019 | 16h07

O técnico interino do São Paulo, Vagner Mancini, classificou como "mentirosa" a acusação feita por Jean que ele trataria o goleiro de forma diferente em relação aos demais jogadores. "Vou falar sobre essa acusação mentirosa somente após o jogo de hoje", disse Mancini à ESPN Brasil no início da tarde desta quarta-feira. 

O episódio começou na segunda-feira. Na reapresentação do elenco após a derrota para o Palmeiras, o técnico interino Vagner Mancini reuniu o elenco por uma hora para fazer cobranças. O goleiro Jean abandonou o encontro por não concordar com as críticas feitas pelo treinador.

Em um desabafo publicado nesta quarta-feira nas redes sociais, Jean afirma que a insatisfação do treinador se deve ao jogador não ter participado da oração conjunta realizada no vestiário após o jogo de sábado. Jean sustenta que ele não havia sido o único que havia saído para tomar banho no momento do fechamento, como se diz na gíria. 

O goleiro escreveu ainda que Mancini não o trata "da mesma forma que todo o restante do grupo de jogadores" desde sua chegada, no mês de janeiro. 

O jogo desta quarta-feira é decisivo. O São Paulo precisa vencer para se classificar sem depender do resultado do jogo entre Oeste e Mirassol, em Barueri. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.