Reprodução / Corinthians TV
Reprodução / Corinthians TV

Mancini diz que times que lutam por título enfrentarão um 'Corinthians resistência'

Dois dos quatro jogos que restam ao time alvinegro são contra equipes que brigam pelo título do Brasileirão: Flamengo e Internacional

Redação, Estadão Conteúdo

11 de fevereiro de 2021 | 07h32

O Corinthians ficou no empate por 3 a 3 com o Athletico-PR, na quarta-feira, em São Paulo, e segue na briga por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores. Agora com 49 pontos, o time está em oitavo lugar e depende de suas próprias forças para atingir esse objetivo. Um problema é que dois dos quatro jogos que faltam são contra times que lutam pelo título: Flamengo e Internacional, ambos fora de casa.

O primeiro deles será já neste domingo, pela 36.ª rodada, contra o time carioca, atual vice-líder com 65 pontos, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Depois, no próximo dia 25, pela 38.ª e última rodada, vai a Porto Alegre encarar o líder Internacional, que hoje tem 66 pontos. Entre eles estão os duelos contra Santos (clássico adiado da 33.ª rodada, na próxima quarta-feira, em Santos) e Vasco (em casa, no dia 21, pela 37.ª rodada).

Mesmo com compromissos difíceis pela frente, o técnico Vagner Mancini confia no seu time. "Pela sequência, sim, o Corinthians pode influenciar nesse título. Tem a chance de jogar contra Flamengo e Internacional fora de casa. Essas equipes estão brigando ali em cima e vão encontrar um Corinthians resistência. Brigamos por uma oitava vaga (na Libertadores). Diante dessas equipes, precisamos somar pontos. Vamos influenciar, sim. O Corinthians talvez seja o único que pega os dois", afirmou.

O treinador não descartou um possível retorno do meia equatoriano Cazares para o duelo com o Flamengo. "Eu gostaria muito de ter o Cazares domingo. O Cazares fez hoje (quarta-feira) o primeiro dia com os demais, então, ainda não sei dizer. Gostaria de contar com ele, mas é uma decisão que vai ser tomada durante a semana", resumiu.

Cazares sofreu estiramento muscular na coxa direita durante a derrota por 2 a 0 para o Red Bull Bragantino, há cerca de 10 dias, mas conseguiu terminar o duelo naquela ocasião apesar das dores. Desde então, desfalcou o Corinthians em todos os compromissos. Ele voltou a trabalhar com bola no CT Joaquim Grava nesta semana e deve treinar sem restrições com o restante do grupo até o fim de semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.