Mancini exalta vitória, mas vê Cruzeiro longe do ideal

A terceira vitória consecutiva no Campeonato Mineiro deixou Vágner Mancini satisfeito, mas o técnico reconheceu que o Cruzeiro ainda precisa evoluir e avisou que vai aproveitar os próximos treinamentos para tentar corrigir os erros cometidos pela equipe. Na tarde de sábado, o time derrotou o Democrata, em Governador Valadares, por 2 a 0, e chegou aos nove pontos em quatro rodadas no estadual. Para o treinador, as condições do Estádio Mammoud Abbas também afetaram o desempenho dos jogadores.

AE, Agência Estado

26 de fevereiro de 2012 | 11h40

"De uma maneira geral, acho que a nossa equipe fez um bom jogo no que diz respeito a se adaptar a um jogo diferente. Em termos de plástica e em termos tático, foi muito abaixo do que nós esperávamos. Mas acho que, de uma forma muito sincera, valeu a vitória, que nos deu a chance de fazer nove pontos em seqüência, que era o nosso objetivo maior, embora a gente tenha visto muitos erros, que serão acertados durante a semana", disse.

Após ir ao intervalo empatando por 0 a 0, o Cruzeiro voltou para o segundo tempo mais ofensivo, com a entrada do atacante Walter no lugar do volante Rudnei, e conseguiu conquistar a vitória com dois gols de Montillo. Para Mancini, a troca e o clima mais ameno foram decisivos para o time garantir o triunfo.

"Eu atribuo às substituições e também acho que o forte calor deu uma diminuída no segundo tempo. Os atletas se queixaram demais no intervalo, e eu não estou dizendo isso para soar como desculpa, já que o nosso adversário também sentiu. Mas é um ambiente diferente. No segundo tempo, em termos de desenvoltura de jogo, ficou mais fácil em função de você ter menos calor, menos sol, e, de certa forma, a equipe se encaixou melhor na segunda etapa", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.