Bruno Cantini / Atlético-MG
Bruno Cantini / Atlético-MG

Mancini quer ver Atlético-MG aproveitando possível afobamento do Flu

Equipes se enfrentam neste sábado, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro

Redação, Estadão Conteúdo

15 de novembro de 2019 | 22h02

Se o Atlético-MG ainda busca espantar qualquer possibilidade de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, para o técnico Vagner Mancini, ter pela frente um adversário que está mais pressionado que o seu time é um bom trunfo para sair com os três pontos. O treinador acredita que a condição do Fluminense, com quem sua equipe duela neste sábado no Maracanã, pode favorecer sua estratégia de jogo.

"Quando você enfrenta uma equipe que está numa situação dessas na tabela, certamente terá pela frente alguém que tentará pressionar, sufocar, buscando de qualquer maneira o resultado. É importante que seu time saiba disso, que seja um time emocionalmente preparado para o que pode acontecer", explicou o treinador, apostando na afobação de um time que abre a zona de rebaixamento da competição, com 34 pontos, em 17º lugar, e jogando em casa, contra os 40 pontos de seu time, que ocupa a 12ª colocação.

Embora fazendo elogios ao "jovem" e "veloz" elenco do Fluminense, Mancini deu dicas, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, na Cidade do Galo, de como pretende explorar o desespero do oponente.

"Daquele time que iniciou o ano até hoje, está bem mais jovem, corre mais, gera mais dificuldade na marcação. Também, obviamente, tem mais dificuldade defensiva, porque conta com laterais bem ofensivos. Acho que o Atlético tem que tentar fazer uma boa marcação no meio e usar esse espaço que sobra nas costas dos dois laterais", destacou ele.

Para a partida no Maracanã, Mancini volta a contar com o volante Jair, que retorna, recuperado de uma lesão na coxa. Outro que retorna - e de um longo período de ausência - é o goleiro Victor, que após machucar a clavícula em julho, está novamente relacionado e vai para o banco de reservas.

Mais à frente, Marquinhos pode ganhar chance na equipe titular, com a ausência do venezuelano Otero, que está disputando amistosos com a seleção de seu país. Dessa maneira, a provável equipe titular será escalada com: Cleiton; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Zé Welison, Jair (Vinícius ou Bruninho), Luan, Cazares e Marquinhos; Di Santo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.