Mancini se irrita com ausência de Jefferson no Pacaembu

Mancini se irrita com ausência de Jefferson no Pacaembu

Treinador afirma que goleiro estava relacionado para o jogo, mas foi direto para o Rio de Janeiro. Suposta indisciplina será apurada

Estadão Conteúdo

17 de outubro de 2014 | 10h49

O técnico Vagner Mancini exibiu irritação com a ausência de Jefferson na derrota do Botafogo por 5 a 0 para o Santos, na noite de quinta-feira, que provocou a eliminação do time nas quartas de final da Copa do Brasil. O treinador destacou que esperava contar com o jogador no decisivo confronto após o goleiro defender a seleção brasileira em amistosos na Ásia.

"Deveria estar no hotel, como outros jogadores da seleção fizeram. Não entendi. Se foi indisciplina, temos que ouvir o lado dele. Vamos sentar com ele e ver o que tem a dizer. Se estava cansado a ponto de não jogar, deveria ir ao hotel e conversar. Não permitiria que jogasse cansado, mas ainda tinha 24 horas para o jogo", disse Mancini.

Após ser titular nas vitórias do Brasil sobre Argentina (2 a 0) e Japão (4 a 0), Jefferson fez uma longa viagem, saindo de Cingapura, de retorno ao País, chegando na última quarta-feira. O jogador, porém, seguiu para o Rio, apesar do time ter compromisso em São Paulo. Agora, Mancini aguarda as explicações do jogador.

Fora da Copa do Brasil, o Botafogo agora concentra as suas atenções na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Na penúltima colocação, com 29 pontos, o time vai enfrentar o Sport, no Raulino de Oliveira, no próximo domingo, pela 29ª rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.