Mancini tenta recuperar confiança do Santos

Recuperar a confiança do Santos após a inesperada eliminação na Copa do Brasil, diante do CSA, parece ser a principal tarefa do técnico Vágner Mancini para o jogo de domingo contra o Corinthians, na Vila Belmiro, que abre a decisão do Campeonato Paulista. Por isso, antes mesmo de qualquer treino nesta quinta-feira, ele se reuniu com o time na concentração, sem a presença de dirigentes e jornalistas, e falou por cerca de 40 minutos.

SANCHES FILHO, Agencia Estado

23 de abril de 2009 | 19h06

Somente depois da "sessão de terapia" é que os jogadores saíram para treinar. Os que foram titulares na derrota de quarta-feira fizeram um trabalho regenerativo , enquanto Fábio Costa, Fabão, Paulo Henrique Lima e Kléber Pereira participaram do recreativo dos reservas.

"Temos que tirar lições do jogo com o CSA. Os atletas devem se perguntar o que poderiam ter feito. O fundamental é recuperar a confiança do grupo, o que vamos fazer com muita conversa", já havia dito o treinador, logo após a derrota.

Como fez pior campanha durante as fases anteriores do Paulistão, o Santos terá de vencer pelo menos um dos jogos contra o Corinthians para ficar com o título. E Mancini espera que a missão seja cumprida já neste domingo, na Vila Belmiro, para que o time chegue mais à vontade para o jogo de volta, no Pacaembu, com maioria absoluta de torcedores adversários. "Domingo espero que a equipe esteja inteira e faça tudo que fez nas semifinais. Vamos falar muito disso, temos de fazer o atleta entender que o erro pode significar força nos próximos dias", filosofou Mancini.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.