Alexander Joe/EFE
Alexander Joe/EFE

Mandela recebe Joel e jogadores da África do Sul

'A sua simples presença e a maneira como ele falou nos passou paz e tranquilidade', diz o técnico

AE, Agencia Estado

24 de junho de 2009 | 13h28

JOHANNESBURGO - Os jogadores e a comissão técnica da seleção sul-africana, que vão enfrentar o Brasil nas semifinais da Copa das Confederações, se encontraram com Nelson Mandela nesta quarta-feira. O primeiro presidente negro da África do Sul, que completará 91 anos no próximo mês, recebeu os jogadores na sua fundação em Johannesburgo

Veja também:

linkJoel promete que África do Sul vai atacar o Brasil

linkCBF se retrata e diz estar satisfeita com África do Sul

Copa das Confederações 2009 - tabela Classificação

Copa das Confederações 2009 - lista Calendário

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Nós sabemos que não será um jogo fácil. Mas nós sabemos que vocês podem ser vitoriosos", afirmou Ndaba Mandela, neto de Nelson Mandela, que introduziu os jogadores ao ex-presidente.

Todos os atletas cumprimentaram Mandela e ficaram emocionados com o encontro. "Foi um momento especial para nós jogadores", disse Aaron Mokoena, capitão da seleção sul-africana. "Foi incrível se reunir com ele. Ele sempre teve convicção em nós, não só nesta equipe, mas em todas seleções sul-africanas".

Mokoena acredita que o encontro com Mandela vai ajudar a África do Sul no jogo contra o Brasil. "A calma que ele mostra quando é abordado pelas pessoas é inacreditável e é algo que temos de levar para o jogo de amanhã (quinta)", comentou o capitão.

Técnico da seleção sul-africana, Joel Santana não escondeu que ficou emocionado ao se encontrar com Nelson Mandela. "Mandela é uma pessoa extremamente carismática, a sua simples presença e a maneira como ele falou nos passou paz e tranquilidade. Nunca em minha vida pensei que teria a oportunidade que tive hoje. Pensei que já tinha visto tudo, mas não", disse.

Capitão da seleção da África do Sul, Mokoena entregou uma camisa da África do Sul com o número 91, em uma referência ao aniversário de Mandela no dia 18 de julho, e revelou o que ele disse aos jogadores. "Boa sorte e eu acredito em vocês, foi tudo o que ele disse".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.