Kenzo Tribouillard/AFP
Kenzo Tribouillard/AFP

Mané brilha contra Burkina Faso e Senegal vai à final da Copa Africana das Nações

Seleção vai para a decisão pela segunda vez seguida e agora aguarda o vencedor de Camarões x Egito

Redação, Estadão Conteúdo

02 de fevereiro de 2022 | 18h57

Dois anos após perder a final da Copa Africana das Nações para a Argélia, a seleção de Senegal novamente está na decisão para tentar seu primeiro título na principal competição do continente. Em dia decisivo do atacante Sadio Mané, a seleção fez 3 a 1 sobre Burkina Faso e aguarda o vencedor de Camarões x Egito, que realizam a outra semifinal nesta quinta-feira, para a disputa da taça.

Mané deu uma assistência e marcou um gol, com toque sutil para encobrir o goleiro, na semifinal disputada no Estádio Ahmadou Ahidjo, em Yaoundé, capital de Camarões. Após um primeiro tempo equilibrado, as equipes deixaram as emoções para os 20 minutos finais.

Em duelo do forte conjunto de Burkina Faso contra a melhor qualidade individual de Senegal, prevaleceu o futebol-arte. Após cobrança de escanteio e bola mal rebatida, Koulibaly tentou marcar de bicicleta e a bola sobrou para o zagueiro Diallo abrir o marcador, aos 25 minutos da etapa final.

A festa senegalesa das arquibancadas aumentou seis minutos depois quando Mané passou como quis pelo zagueiro na ponta esquerda, invadiu a área e rolou para Gueye mandar para o gol aberto e ampliar. Desde 2001 sem ganhar um mata-mata de Burkina Faso, Senegal estava muito perto de quebrar o tabu restando somente 14 minutos.

Mas os oponentes reagiram com gol de Touré que poderia colocar fogo nos minutos finais. A pressão era grande, porém, o mesmo Touré acabou perdendo a bola no ataque pouco depois e proporcionou contragolpes mortal de Senegal. Sarr lançou Sadio Mané, que arrancou em velocidade e na cara do gol, apenas deu cavadinha para encobrir Ouedraogo e fechar o placar.

Senegal está na final e Mané pode cruzar com o companheiro de Liverpool, Mohhamed Salah, em outra decisão. Os senegaleses vão definir com os egípcios uma vaga na Copa do Mundo do Catar. Na Copa Africana das Nações, o Egito terá de derrubar o favoritismo de Camarões, que joga em casa, para garantir outra decisão na busca pelo seu oitavo título.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.