Manifestantes detidos após protestos contra a Copa do Mundo são liberados

Polícia Militar confirma que ação foi feita sem maiores tumultos

Felippe Scozzafave e Renan Fernandes, O Estado de S. Paulo

26 de janeiro de 2014 | 10h24

SÃO PAULO - A Polícia Militar confirmou, na manhã deste domingo, que os 128 manifestantes presos na noite de sábado na região central de São Paulo após protestarem contra a Copa do Mundo no Brasil, já foram liberados do 78º Distrito Policial, no Jardim América e que a ação foi feita de forma tranquila, sem maiores tumultos.

Os manifestantes entraram em confronto com a Polícia durante a noite, após serem registradas depredações de estabelecimentos comerciais e agências bancárias no centro de São Paulo. Durante o confronto, houve início de incêndio e participação dos black blocs, que correram em direção aos PMs e lançaram até coquetel molotov.

Na região da Praça da República, também aconteceram confusões, já que manifestantes atiraram latas e garrafas em direção ao público que estava no local para assistir ao principal show da comemoração aos 460 anos da cidade de São Paulo.

Clique na imagem para ampliar:

Os protestos foram vistos também em outras cidades do Brasil. No Rio de Janeiro, cerca de 300 manifestantes entraram em confronto com a polícia na região de Copacabana, onde eles se concentraram em frente ao hotel Copacabana Palace. Parte do grupo distribuiu panfletos para as pessoas que caminhavam na orla e recolheu assinaturas para um abaixo-assinado contra o Mundial. Também houve um início de confusão na região do Shopping Leblon, mas a Polícia Militar se posicionou entre os manifestantes e o estabelecimento comercial e controlou a situação.

Em cidades como Belo Horizonte, Recife, Fortaleza, Vitória, Porto Alegre e Brasília também registraram manifestações, mas, apesar das depredações de alguns objetos, maiores confusões foram evitadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.