Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Mano confirma Cruzeiro alternativo no domingo e deve escalar Sassá

Equipe mineira deve ser preservada para a partida contra o Palmeiras, pela Copa do Brasil

Estadao Conteudo

21 de setembro de 2018 | 15h10

O Cruzeiro se reapresentou nesta sexta-feira após a derrota de quarta-feira para o Boca Juniors, em Buenos Aires, pelas quartas de final da Libertadores. Ainda inflamado pela injusta expulsão de Dedé, o time teve que voltar as atenções para o Campeonato Brasileiro e treinou na Toca da Raposa II visando o duelo com o Santos, domingo, às 19 horas, no Mineirão.

Mano Menezes comandou atividade com bola em campo sem Dedé e Thiago Neves, além de Arrascaeta, que segue em tratamento de lesão. Estes, porém, não serão os únicos desfalques da equipe. Afinal, o próprio treinador confirmou a escalação de um time alternativo, algo semelhante ao que fez contra o Atlético-MG, quando levou a campo apenas os reservas.

"Temos condições de fazer um ótimo jogo diante do Santos. O fato de ser às 19h dá menor tempo de recuperação, isso já induz o que temos que tomar como decisão. Mas o time que jogou o clássico mostrou a qualidade que tem. Então, é provável que a gente repita grande parte da formação que usamos contra o Atlético-MG", declarou em entrevista coletiva.

A preocupação de Mano é não aumentar o desgaste de suas principais peças às vésperas do duelo decisivo diante do Palmeiras, quarta que vem, pelas semifinais da Copa do Brasil. E até pensando em ganhar mais opções para este confronto, o treinador deve escalar Sassá como titular no domingo, pela primeira vez desde que o atacante passou por cirurgia no joelho.

"O Sassá está nos planos, sim. O planejamento foi fazer um jogo-treino para dar a ele essa evolução. Queremos ele para domingo, para quarta e para a outra decisão (Boca Juniors) que temos também", apontou.

Por outro lado, o atacante Fred, que vive fase final de recuperação de uma grave lesão, seguirá de fora neste fim de semana. "O Fred ainda não vai ser relacionado. Ele vem de uma recuperação maravilhosa pela lesão que teve, mas ainda temos que avançar um pouco para ter uma margem de segurança para nós e para ele. Então, vai passar por essas etapas que o Sassá já fez."

 
 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.