Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Mano confirma Jean e deve dar nova chance a Carlos Eduardo no Palmeiras

Atacante pode ser escalado no lugar de Willian, que será poupado do jogo com o Avaí, fora de casa

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

25 de outubro de 2019 | 14h04

O técnico Mano Menezes confirmou Jean na lateral do Palmeiras e deve usar Lucas Lima e Carlos Eduardo na partida diante do Avaí, domingo, às 18h, na Ressacada, pelo Campeonato Brasileiro. Na segunda colocação do torneio com 54 pontos, dez atrás do Flamengo, o Palmeiras precisa da vitória para continuar a perseguição ao líder. A definição da equipe será neste sábado, sem a presença da imprensa.

“Ele (Carlos Eduardo) trabalhou na equipe base, que trabalhou mais cedo, para ter um atacante de velocidade pelo outro lado e manter a ideia de jogo. Para isso, temos que ter um armador no meio, para servir os atacantes de velocidade, fazer lançamentos. Trabalhamos com o Lucas (Lima), para passar confiança e uma ideia clara de como a equipe deve jogar. Vamos confirmar a equipe amanhã”, afirmou o técnico palmeirense em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira na Academia de Futebol.

Com isso, o contestado atacante, contratado por mais de R$ 23 milhões do Pyramids, do Egito, deve ter mais uma chance, agora diante do lanterna do torneio. O treinador não poderá contar com o zagueiro Gustavo Gómez, suspenso por acúmulo de cartões amarelos, e Luan entra no seu lugar.

Mano descartou a escalação do atacante Willian, que será preservado por causa de uma fibrose muscular na coxa direita. Por outro lado, ele confirmou a presença de Jean, pois Marcos Rocha está vetado por problemas físicos. “Vou iniciar com o Jean, mas vou relacionar o Mayke para o jogo. Ele ainda não está no estágio ideal, está voltando de uma parada longa. Vamos fazer uma volta mais equilibrada”, disse Mano Menezes.

O técnico afirmou que está poupando os jogadores que não têm condições físicas de atuar. “Se tem algum indício, tiramos. O Scarpa foi tirado semana passada por isso, o (Willian) Bigode sentiu um desconforto cedo no jogo lá. Certamente, para o jogo em Santa Catarina, o Willian não vai estar. É importante os jogadores estarem bem, porque são jogos de alta intensidade”, explicou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.