Mano: Corinthians tem apenas si mesmo como adversário

Com a vitória sobre o ABC, time pode abrir sete pontos de vantagem sobre o vice-líder do campeonato

Redação

30 de agosto de 2008 | 18h23

Líder do campeonato com boa vantagem vantagem sobre o segundo colocado, faltando 16 rodadas para o final. Este é o Corinthians, que segundo o técnico Mano Menezes só tem um adversário neste Brasileirão: ele mesmo.Veja também: Corinthians vence o ABC em jogo 1.500 no Pacaembu  Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão"Quando temos uma vantagem muito grande, o seu maior adversário é você mesmo. Os outros só podem chegar se tropeçarmos", analisou o treinador. "Mesmo assim, as outras equipes têm qualidade e podem dificultar as coisas para a gente."Na entrevista coletiva após a goleada sobre o ABC, por 4 a 0, neste sábado, Mano ressaltou a atuação de Elias."Ele tem jogado bem e isso tem ajudado. Tem roubado muitas bolas pelo meio, mesmo não sendo um jogador marcador."Elias aprova a nova forma de jogar."Comecei na meia, mas agora estou de primeiro e segundo volante e às vezes de meia-armador. Não mostrei tudo o que sei, ainda sou novo e tenho muito a crescer."E não foi apenas Elias quem arrancou elogios de Mano. "O Douglas também tem feito bem essa função, assim como o Morais, que tem me surpreendido, saído um pouco de suas características. Outro que também tem executado um bom papel é o Lulinha, que hoje [sábado] jogou como um ponta e ajudou a abrir a defesa adversária, facilitando o nosso jogo pelo lado direito", completou.Mano ainda fez um no final da entrevista. "Gostaria que o Corinthians ficasse conhecido como um time ofensivo. Gosto de armar a equipe com um homem de referencia na frente e três meias vindo de trás. Jogamos assim e fizemos muitos gols nos últimos jogos."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.