Mano deixa Neymar fora da convocação da seleção

A polêmica com o técnico Dorival Júnior no Santos fez Neymar perder espaço na seleção brasileira. Nesta quinta-feira, Mano Menezes anunciou uma nova convocação e não chamou o jovem atacante santista. A lista conta com 23 jogadores, que vão se reunir entre os dias 6 e 13 de outubro, ainda sem adversários definidos para os dois amistosos que estão previstos no período.

AE, Agência Estado

23 Setembro 2010 | 11h21

Quando Mano iniciou seu trabalho na seleção, depois da Copa do Mundo, Neymar logo ganhou uma posição de destaque. Foi titular no primeiro amistoso, em agosto, contra os Estados Unidos. E só não foi chamado para o período de treinos em Barcelona, no começo de setembro, para não prejudicar o Santos no Brasileirão. Agora, porém, ele ficou fora da lista, claramente por causa da polêmica em que se envolveu recentemente, que culminou com a demissão de Dorival Júnior no Santos.

Além da ausência de Neymar, outra novidade na lista anunciada nesta quinta-feira é a presença de Elias, que Mano conhece bem dos tempos de Corinthians. Também foram chamados pela primeira vez pelo treinador o goleiro Neto (Atlético-PR), o lateral Mariano (Fluminense), o volante Wesley (Werder Bremen), o meia Giuliano (Inter) e o atacante Nilmar (Villarreal).

Entre os 23 convocados, cinco estiveram no grupo que representou o Brasil na Copa na África do Sul: Daniel Alves, Thiago Silva, Ramires, Nilmar e Robinho. Enquanto isso, Mano mantém a tática de testar jogadores com idade olímpica, pensando na Olimpíada de Londres em 2012 - Neto, André, Alexandre Pato, Giuliano, Phillipe Coutinho e Sandro estão nesse caso.

Apesar da convocação feita nesta quinta-feira, a seleção brasileira ainda não tem programação definida para o período entre os dias 6 a 13 de outubro. A CBF sofre para marcar amistosos nessas datas, o que pode forçar Mano a cumprir novamente apenas uma semana de treinamentos, assim como já aconteceu no começo de setembro em Barcelona, na Espanha.

Confira a lista de convocados:

Goleiro - Victor (Grêmio), Neto (Atlético-PR) e Jefferson (Botafogo)

Laterais - Daniel Alves (Barcelona), Mariano (Fluminense), André Santos (Fenerbahçe) e Adriano (Barcelona)

Zagueiros - Thiago Silva (Milan), Alex (Chelsea), David Luiz (Benfica) e Réver (Atlético-MG)

Meio-campistas - Lucas (Liverpool), Sandro (Tottenham), Ramires (Chelsea), Elias (Corinthians), Wesley (Werder Bremen), Carlos Eduardo (Rubin Kazan), Giuliano (Internacional) e Philippe Coutinho (Inter de Milão)

Atacantes - Robinho (Milan), Alexandre Pato (Milan), Nilmar (Villarreal) e André (Dínamo de Kiev)

Mais conteúdo sobre:
futebolseleção brasileira

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.