Rodney Costa/Evelen/Estadão Conteúdo
Rodney Costa/Evelen/Estadão Conteúdo

Mano diz aguardar eleição no Cruzeiro para projetar futuro no clube

À espera da eleição, Mano Menezes quer levar a confiança em alta do Cruzeiro, após a conquista da Copa do Brasil, para a reta final do Brasileirão

Estadao Conteúdo

29 de setembro de 2017 | 19h59

O técnico do Cruzeiro Mano Menezes manteve a cautela nesta sexta-feira ao comentar sobre o seu futuro no time mineiro. Mesmo embalado pelo título da Copa do Brasil, na quarta-feira, o treinador disse ainda não saber se permanecerá no clube na próxima temporada. Ele prefere esperar pela eleição, na segunda-feira, para decidir seu futuro.

+ Carille exibe confiança e alivia pressão sobre Kazim no Corinthians

+ Levir não vê clássico com Palmeiras decisivo em objetivo do Santos no Brasileirão

+ Perto de 150 jogos pelo Palmeiras, Dudu confia em retrospecto no clássico

"Penso que tudo o que vai acontecer no Cruzeiro, passa pela eleição do novo presidente, que está prevista para a semana que vem. Ele é quem vai decidir", disse o treinador. "Meu contrato vai até o fim do ano e o novo presidente vai decidir com quem ele quer trabalhar. É bom esperar."

A eleição de segunda-feira vai decidir quem será o substituto do atual presidente, Gilvan de Pinho Tavares. Wagner Antônio Pires de Sá, que foi presidente do Conselho Fiscal do clube, será o candidato da situação. E o advogado Sérgio Santos Rodrigues, ex-superintendente de futebol do clube, será o concorrente, do grupo do ex-presidente Zezé Perrella.

À espera da eleição, Mano Menezes quer levar a confiança em alta do Cruzeiro, após a conquista da Copa do Brasil, para a reta final do Brasileirão. "Esperamos terminar o ano da melhor maneira possível. Temos a segunda melhor campanha do returno, atrás apenas do Botafogo. Os jogos serão encarados da mesma maneira de antes e com uma vantagem: não preciso poupar mais ninguém", disse o técnico.

Mano garantiu que o time vai manter a motivação no campeonato, em busca das primeiras posições da tabela - atualmente o Cruzeiro é o quinto colocado. "Estamos em quinto, nos aproximamos bastante do quarto, do terceiro e até do segundo colocados. É nossa turma. É a turma que temos de trabalhar para ultrapassar. Nosso próximo adversário é nada mais, nada menos, que o Corinthians", disse, referindo-se ao líder da tabela.

Quanto ao time que vai enfrentar o primeiro colocado do Brasileirão, domingo, no Mineirão, Mano fez mistério. Só confirmou as ausências do meia Robinho e do atacante Raniel, que se machucaram no jogo da volta da final da Copa do Brasil, na quarta, contra o Flamengo.

"Todo mundo vai estar no jogo, sim. Certamente às exceções de Robinho e Raniel, que não terão condições de jogar os próximos jogos. Ainda não sabemos por quanto tempo, o departamento médico vai passar para vocês (jornalistas). Mas os outros jogadores vão estar no jogo", assegurou o treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.