Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Mano diz que aparente facilidade não desvalorizará conquista

Para conquistar o acesso à elite do futebol brasileiro, Corinthians precisa de mais 14 pontos na Série B

Tercio David, estadao.com.br

14 de setembro de 2008 | 05h19

No ano passado, o Coritiba conquistou o título da Série B com 69 pontos, dois à frente do vice-campeão Ipatinga, no primeiro torneio disputado no sistema de pontos corridos. Agora, segundo o matemático Tristão Garcia, a pontuação mínima para que um time garanta o título é 68 pontos. Veja também: Corinthians marca no fim e bate o Barueri no Pacaembu Ouça o gol da vitória do Corinthians no Território Eldorado Brasileirão Série B - Classificação Brasileirão Série B - Resultado / Calendário Corinthians anuncia o acerto com Cristian, do Flamengo Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão  André Santos: é preciso lutar até o final  Neste ano, com a vitória sobre o Barueri no domingo, o Corinthians chegou a 54 pontos e está apenas 14 atrás da marca 'matemática' para conquistar o título, o que corresponde a mais quatro vitórias e dois empates nos 15 jogos que faltam. Para a garantir acesso à Serie A, em 2007, o Vitória precisou somar 59 pontos, pontuação que pode ultrapassar se vencer os próximos dois jogos, contra o Brasiliense (fora de casa) e contra a Ponte Preta (no Pacaembu). Apesar da aparente facilidade, independente das previsões, o técnico Mano Menezes evita fazer apostar em qual jogo os Corinthians poderá garantir o seu retorno à Série A.  "Estamos mais perto disto a cada vitória conquistada. Não vou fazer nenhum prognostico sobre titulo, mesmo por que essa conta de 68 pontos é perigosa", avaliou o treinador, que quer evitar o demérito da conquista da classificação para a Série A. "Uma possível antecipação da conquista da vaga, ou de um eventual título, dá ao torcedor a impressão que os feitos vieram de graça, mas não é bem assim", continuou Mano. "O principal beneficio neste campeonato é voltar à Série A. No começo do ano isso era algo difícil e agora não pode ser desmerecido. O título, se vier, só vem depois disso", completou o treinador. Seguindo as palavras do treinador, um dos principais jogadores do Corinthians, o lateral-esquerdo André Santos, fala em "fazer mais do que o necessário" para conquistar os dois objetivos. "Temos que continuar trabalhando, jogo a jogo, vitória a vitória", disse o jogador, ainda comemorando a vitória sobre o Barueri. "Se o chefe [Mano Menezes] quer 68 pontos, é melhor batalhar para conseguir pelo menos 70."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.