Mano diz que Corinthians será Raikkonen no Paulistão

Treinador compara situação da equipe corintiana com a do campeão da Fórmula 1 em 2007

Fábio Hecico, O Estado de S. Paulo

05 de abril de 2008 | 13h26

A situação do Corinthians no Campeonato Paulista é das melhores, pelo menos quando o assunto é classificação para a segunda fase. Apesar de ter apenas 20% de chance e depender de outros resultados para ir à semifinal, o técnico corintiano Mano Menezes comparou a situação do time com a de Kimi Raikkonen, campeão pela Ferrari no ano passado. "Hoje somos o Raikkonen e esperamos ter a mesma sorte dele."   Veja também: Simule a classificação final da primeira fase do Paulistão Quais times devem se classificar para a semifinal do Paulistão Classificação Próximos jogos   Em 2007, o finlandês precisou vencer as duas últimas etapas da Fórmula 1, na China e no Brasil, e torcer por resultados ruins da dupla da McLaren, Lewis Hamilton e Fernando Alonso, para ser campeão. Ganhou, por um ponto.   Torcer contra os adversários e a favor dos rivais, está é a tônica no Corinthians. No entanto, Mano Menezes se mostrou preocupado com uma possível 'falta de profissionalismo' das outras equipes. "Outros (técnicos) estão fazendo papel que fiz na época (última rodada do Brasileiro de 2007) e espero que sejam tão sérios como fui", observa Mano. Refere-se ao confronto entre Grêmio e Corinthians, no qual não admitiu que seu time entregasse o duelo para salvar o time alvinegro do rebaixamento.   E, mesmo com o Santos poupando alguns titulares, Mano ainda confia no adversário. "Todos têm liberdade de optar por essa ou aquela equipe", enfatiza. "Os times buscam suas prioridades, como o Santos definiu para a Libertadores. Mas a seriedade está em como vai se portar, independente da formação. Temos certeza que vai acontecer o que esperamos", diz.   Para chegar a próxima fase, o Corinthians precisa vencer o Noroeste e torcer por resultados negativos de Ponte Preta (que enfrenta o Santos), de São Paulo (que encara o Juventus) e de Grêmio Barueri (que recebe o Palmeiras).   INDEFINIDOO técnico do Corinthians, Mano Menezes, ainda não definiu o substituto do suspenso Diogo Rincón para o jogo contra o Noroeste, neste domingo. "Ainda não tenho nada definido, quero pensar melhor, devo definir até à noite." Héverton, Acosta e Lulinha são os favoritos na briga por um lugar no time.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansPaulistão A-1Mano Menezes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.