Mano diz que Corinthians venceria com Chicão em campo

Treinador lamenta expulsão do zagueiro aos 15 minutos do segundo tempo neste sábado em Campinas

Redação,

27 de setembro de 2008 | 19h20

O técnico do Corinthians, Mano Menezes, lamentou muito neste sábado a expulsão do zagueiro Chicão, aos 15 minutos do segundo tempo na partida em que sua equipe empatou por 2 a 2 com o São Caetano no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP). Para ele, se o cartão vermelho não tivesse ocorrido, a história do jogo seria outra.Veja também: Corinthians empata e vê sua vantagem cair na Série B Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão"Pelo futebol que estávamos jogando, dificilmente deixaríamos escapar a vitória com 11 contra 11", assinalou o treinador, que depois disse também que Chicão se arrependeu por ter sido expulso em uma jogada infantil (pisou no adversário fora Dio lance de jogo).Para Mano, esta foi uma das melhores partidas do Corinthians fora de casa na Série B do Campeonato Brasileiro. "Em vários momentos tivemos condições de sair de campo com uma boa vitória".O comandante também comentou a expulsão de Alessandro, aos 46 minutos do segundo tempo. O jogador foi obrigado e interromper um lance de contra-ataque do adversário após Morais perder uma bola no campo de ataque. O lateral saiu de campo chateado com o companheiro."É normal você ficar bravo quando toma o cartão vermelho após alguém perder uma bola que estava controlada lá na frente. Ele (Morais) não deveria ter lançado na área, mas isso faz parte da tomada de decisões. Felizmente estamos errando pouco e por isso ocupamos a liderança", declarou Mano.Após o confronto, o ex-jogador do Vasco reconheceu o erro. "Fui culpado sim da expulsão do Alessandro, mas não foi de propósito".Sobre a partida, o técnico falou que é importante saber lidar com situações adversas (o Corinthians ficou duas vezes atrás no marcador e teve que buscar o empate. "Temos que sempre ter força para buscar o resultado, para lá na frente saber valorizar tudo o que conquistamos".ARBITRAGEMO árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza foi alvo de críticas dos dois treinadores após a partida. Para Mano Menezes, ele cometeu erros contra a sua equipe. "Quando se refere à arbitragem, eu procuro observar os critérios, que hoje foram diferentes para um e para outro".Já o técnico do São Caetano, Oswaldo Alvarez, reclamou do excesso de cartões amarelos contra os seus atletas. "A camisa do Corinthians pesou, mas o resultado foi justo", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.