Mano diz que espera evolução de Allano para definir escalação do Cruzeiro

O técnico Mano Menezes tem apenas uma dúvida para definir o Cruzeiro que vai encarar o São Paulo neste domingo, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro. O meia Allano, que se recupera de uma lesão, ainda não sabe se terá condições de entrar em campo. O treinador aguarda por ele. Se for obrigado a alterar a escalação, Gabriel Xavier será o titular.

Estadão Conteúdo

06 de novembro de 2015 | 19h57

"Temos a dúvida que é o retorno de Allano e, hoje, ele trabalhou normalmente. Se tiver condição, vai jogar o Allano, com Willians do lado direito, Arrascaeta e o Bigode. Se o Allano não jogar, fico à espera do Gabriel Xavier", disse Mano nesta sexta-feira.

Allano não atuou no último fim de semana, contra o Avaí, por conta de uma lesão sofrida no treinamento do dia 28. Na ocasião, o meia prendeu o pé no gramado, acusou muitas dores e precisou deixar o CT de ambulância. O departamento médico chegou a cogitar uma fratura, que foi descartada após a realização de exames. Sem ele, Marcos Vinícius foi titular, mas está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Por isso, Gabriel Xavier entrou na briga.

"Vinha jogando com um jogador mais agudo do lado esquerdo, esse é o jogador que mais se assemelha (Gabriel Xavier). Precisamos de um canhoto para ir ao fundo, para auxiliar o Fabrício. Jogou o Marcos Vinícius, que conseguiu fazer de uma maneira diferente, mas perdemos ele pelo terceiro cartão. Entendemos que o melhor é o Gabriel Xavier", explicou Mano.

Independentemente de quem atuar, o treinador sabe que encontrará dificuldade no domingo. "O São Paulo do meio para frente é altamente qualificado. Os jogadores chegam rápido, temos que ter ideia clara de jogada, com erro baixo, para não dar oportunidade a jogadores, como o Pato, de receber essa bola com a jogada individual. Temos que estar seguros para poder atacar. É para isso que trabalhamos a semana toda."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroMano Menezes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.