Mano diz que Kaká ainda está fora dos planos do Brasil

Último jogador brasileiro a ganhar o prêmio de melhor do mundo da Fifa, em 2007, o meia Kaká não voltará a defender a seleção tão cedo. Nesta quinta-feira, o técnico Mano Menezes o deixou fora da convocação dos amistosos contra Holanda e Romênia, ambos em junho, e avisou que ele também não será chamado para a disputa da Copa América, que acontecerá em julho na Argentina.

AE, Agência Estado

19 de maio de 2011 | 14h55

Mano Menezes revelou que teve uma conversa recente com Kaká e o avisou que só voltará a chamá-lo quando estiver tendo uma sequência de boas partidas no Real Madrid, onde não conseguiu se firmar nesta temporada, após se recuperar de uma cirurgia no joelho esquerdo.

"Tive duas conversas objetivas com o Kaká. Em outubro, quando estive na Europa para visitas. Agora, duas semanas atras. Ficou claro entre a gente que nesse período, da Copa América, ele ainda vai precisar ter algumas atitudes em relação a sua recuperação. Está claro o que temos como ideia. É por isso que ele não faz parte nesse momento dos nossos planos. Na frente, se a situação for diferente, se tiver a evolução, podemos pensar diferente", disse.

Após a disputa da Copa do Mundo na África do Sul, Kaká realizou uma cirurgia no joelho esquerdo que o deixou afastado dos gramados até janeiro de 2011. Com atuações irregulares no Real Madrid, o meia ainda não foi convocado por Mano Menezes e pode até ser negociado pelo clube espanhol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.