Mano diz que Ronaldo não terá privilégios no Corinthians

Mano Menezes garante que Ronaldo será cobrado como qualquer outro jogador no Corinthians. Segundo o treinador, para ter sucesso, todos precisarão se sacrificar e isso inclui o maior artilheiro da história das Copas do Mundo. É assim que o técnico Mano Menezes resume a conversa que teve com o atacante, no primeiro contato após a contratação. "Os grandes jogadores e grandes profissionais não querem privilégios, e sim cobranças, que eleva o nível do momento que eles estão atravessando. Isso vale para o Ronaldo e para os outros", disse, na primeira entrevista coletiva concedida após a contratação de Ronaldo. "Nós tivemos uma conversa exatamente em termos de filosofia e linha de trabalho. Nós já tínhamos antes uma idéia da expectativa do Ronaldo. Se não fosse esta idéia dele de jogar em alto nível, pensar em até lá na frente jogar uma Copa do Mundo, o Corinthians não ia apostar nele e nem o Ronaldo iria se expor dessa maneira", diz Mano Menezes, apontando o sonho do Fenômeno em voltar à seleção brasileira como um dos pontos de motivação. O técnico corintiano explicou que Ronaldo terá de aceitar a filosofia de trabalho do clube para ter sucesso. "Cabe a nós e ao Ronaldo, cada um fazer sua parte, precisamos de sacrifício, trabalho, dedicação de ambas as partes. É preciso de tranqüilidade e calma também. Precisamos também controlar a ansiedade. Sabemos que a lesão que ele teve pode trazer consigo neste retorno algumas lesões musculares. Cabe agora trabalhar corretamente para tentar evitá-las".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.