Mano diz se sentir desconfortável com 'assunto Tite'

Técnico do Corinthians 'culpa' imprensa pelas especulações em torno de sua permanência no cargo: contrato termina em dezembro

Vítor Marques, O Estado de S.Paulo

19 Setembro 2014 | 21h41

Por causa do desempenho irregular no Campeonato Brasileiro, Mano Menezes já convive com a sombra de Tite, ex-técnico do Corinthians e comandante do time nos títulos da Copa Libertadores e do Mundial de Clubes da Fifa, em 2012.

Nesta sexta-feira, em entrevista coletiva no CT do Parque Ecológico do Tietê (na zona leste de São Paulo), Mano Menezes foi questionado sobre uma possível troca de comando. Mas o atual técnico, incomodado com o assunto, culpou a imprensa sobre possíveis especulações. "Quem começa a pressão são vocês (jornalistas). Vocês têm de assumir essa parte. Dois, três resultados ruins acontecem e começa o mesmo discurso (troca de técnicos)", disse.

Mano Menezes em nenhum momento citou o nome de Tite e criticou programas de televisão. "Alguns (jornalistas) vão além e tentam cavucar a vaga para outro profissional, convidam (outro técnico) para programas, fazem chacrinha", afirmou.

O técnico disse também que especulações ou problemas políticos internos do clube não atrapalham o desempenho da equipe. Segundo ele, a culpa pelo desempenho do Corinthians é do próprio time e dele como comandante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.