Mano elogia atuação do Cruzeiro e já pede para time 'encaixotar' o Fluminense

O técnico Mano Menezes exibiu satisfação com a atuação do Cruzeiro no empate por 2 a 2 com o Atlético-PR, na noite desta quarta-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba. Embora o seu time tenha sofrido dois gols, o treinador elogiou o poder de reação da equipe no confronto no qual os atleticanos chegaram a ficar por duas vezes à frente no placar.

Estadão Conteúdo

15 de outubro de 2015 | 11h25

"Fizemos um grande segundo tempo, criamos oportunidades, pressionamos o Atlético em seu campo, empatamos e sofremos o segundo gol no nosso melhor momento no jogo. Tivemos força para empatar de novo e perdemos chances claras de virar. O time teve uma capacidade boa de reação, o que me deixa contente", ressaltou o comandante, em entrevista coletiva.

E Mano já projetou o duelo diante do Fluminense, às 11 horas deste domingo, no Mineirão, onde espera que o Cruzeiro possa fazer valer o fator campo e assim se distanciar ainda mais da zona de rebaixamento - hoje está cinco pontos à frente do Coritiba, o 17º colocado.

"Temos que tentar fazer isso contra o Fluminense também, encaixotar o adversário. Estará muito quente, é um jogo de manhã, mas vamos imprimir um ritmo forte para vencer. O torcedor tem dado carinho e será um reforço importante para domingo, tenho certeza. O segundo tempo (do jogo contra o Atlético-PR) o motiva a ir ao Mineirão. Somos fortes juntos e podemos vencer no domingo", afirmou.

O zagueiro Manoel, por sua vez, reencontrou o seu ex-time agora com a camisa cruzeirense e lamentou o fato de a equipe mineira não ter sido competente para aproveitar melhor as chances de gol que criou na etapa final do duelo na capital paranaense.

"Passei várias temporada aqui, tenho um carinho muito grande pela torcida, mas hoje estou no Cruzeiro. No primeiro tempo não fomos tão bem. No segundo tempo, se tivéssemos um pouquinho mais de calma, conseguiríamos sair com a vitória hoje (quarta). Vamos descansar agora, porque domingo teremos um difícil jogo dentro de casa", projetou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroMano Menezes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.