Douglas Magno / AFP
Douglas Magno / AFP

Mano elogia atuação do Cruzeiro, mas lamenta erros em derrota para o Corinthians

Técnico brinca com erros do bandeira, que validou gol impedido de Romero

Estadão Conteúdo

05 Julho 2018 | 04h58

O técnico Mano Menezes minimizou a importância da derrota do Cruzeiro no amistoso com o Corinthians, realizado na última quarta-feira, no Mineirão. O treinador admitiu que o time celeste "levou a sério" a partida, mas considerou que o resultado adverso de 2 a 0 não traduziu a atuação de seus comandados em campo.

+ Cruzeiro entra em acordo com o Real Madrid e anuncia permanência de Lucas Silva

+ Sassá tem lesão no joelho constatada e vira desfalque no Cruzeiro por três meses

"As duas equipes levaram a sério. Nosso objetivo não era testar, era dar ritmo. A equipe fez um bom jogo, teve bom volume, apresentou as dificuldades que ainda precisam ser solucionadas. Chegamos muitas vezes dos dois lados, cruzamos na área, tivemos dificuldade com a chegada de um homem de mais característica de área", considerou.

O próprio treinador, porém, admitiu que o Cruzeiro cometeu alguns erros que foram fatais para a derrota. "Precipitamos um pouco, o time podia ter trabalhado com mais calma, principalmente quando a defesa adversária estava bem posicionada. Tem de ter paciência."

O erro cruzeirense que mais chamou a atenção foi o que gerou o primeiro gol do Corinthians, quando um tiro de meta cobrado por Walter encontrou Clayson sozinho e o atacante ajeitou para Romero marcar. O treinador também aproveitou para criticar a arbitragem, que não marcou impedimento no lance.

"Nos descuidamos um pouquinho, estávamos desatentos depois de uma bola parada, voltando devagar. Alguém não acompanhou o Clayson, que foi o primeiro jogador da movimentação. O passe para o Romero estava um pouquinho à frente, a gente já viu nas imagens. Mas o auxiliar também estava um pouquinho atrás, também está voltando a entrar em forma como a gente. Acontece", comentou.

Na quarta-feira que vem, o Cruzeiro volta a encarar o Corinthians em amistoso, desta vez marcado para a Arena do rival, em São Paulo. O retorno oficial aos gramados acontecerá no dia 16, diante do Atlético-PR, em casa, pela Copa do Brasil.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.